Há motivos para se preocupar com o Asteroide 2006 QQ23, que passará pela Terra no dia 10?

O asteroide é maior do que o arranha-céu Empire State Building, em Nova York. Apelidado de 2006 QQ23, o objeto gigante passará em 10 de agosto a menos de 7,5 milhões de quilômetros da Terra.

Por Ciência Pular para comentários

A Nasa informou que um asteroide de mais de 500 metros de diâmetro passará perto do nosso planeta no próximo sábado, 10 de agosto. O objeto do 2006 QQ23 passará 7,32 milhões de quilômetros da Terra, a uma velocidade de 16.700 Km/h, segundo o Centro de Estudos NEO do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (CNEOS).

O objeto foi classificado como "próximo à Terra" e potencialmente perigoso porque sua órbita passará a menos de 0,05 unidades astronômicas em nosso planeta. 

Desde 2001 que este asteroide não chegava tão perto do nosso planeta. Naquele ano, o objeto chegou a uma distância de 5 milhões de km, segundo a Nasa.

Órbita do 2006 QQ23

Há motivos para se preocupar com o Asteroide 2006 QQ23?

Embora o Asteroide tenha entrado na lista de objetos potencialmente perigosos para à Terra, e em unidades astronômicas o objeto passará raspando o nosso planeta, a verdade é que esse tipo de evento é mais comum do que se imagina. Todos os anos, cerca de 6 objetos passam muito próximos ao nosso planeta, e como você pode ver, nada aconteceu (ainda?).

É normal que a Terra seja "ameaçada" volta e meia, pois há cerca de 900 objetos deste tipo em nosso sistema solar que passaram ou passarão por perto da Terra, medindo mais de 1000 metros, muito maiores do que o 2006 QQ23, de acordo com o Centro de Estudos de Objetos Próprios da NASA. A Nasa ainda afirma que nos próximos 200 anos, é praticamente nula a chance de um asteróide colidir com a Terra.

Mas, por via das dúvidas, a Nasa está sempre de olho neste tipo de objeto, como asteroides e cometas, a fim de evitar impactos ou amenizar os efeitos. Inclusive, há o projeto DART (sigla de Double Asteroid Redirection Test), uma missão da Nasa que pretende colocar na prática a técnica de pêndulo cinético, que nada mais é do que causar um impacto no asteroide para mudar sua órbita, e mandá-lo para longe do nosso planeta.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Minha foto
  • Minha foto
       •    1 mês

    Bom, hoje é segunda, 13 de agosto e a 7 horas atrás foi postado no site Capricho que o 2006 QQ23 tem 100% de chance de colidir com a Terra, mas não se sabe com 100% de certeza de quando isso acontecerá. É verdade isso?

Quantos celulares a Motorola tem em linha?
5(15,53%)
10(56,81%)
15(11,82%)
20(8,32%)
26(7,52%)