Terra está passando, hoje, pelo dia mais lento do ano

A distância varia porque a órbita da Terra ao redor do Sol não é uma circunferência perfeita, sendo que o nosso planeta descreve uma trajetória elíptica.

Por | @oficinadanet Ciência

Nesta sexta-feira, 6 de julho, a Terra ficará a uma distância maior do Sol do que em qualquer dia deste ano. Assim, hoje, o planeta irá atingir seu afélio, uma palavra grega que significa “longe do Sol”.

"O afélio é o ponto da órbita ao redor do Sol em que a Terra fica mais longe do astro e o periélio (que quer dizer 'perto do Sol') é justamente o oposto, o ponto da órbita em que a Terra fica mais próxima ao astro", disse à BBC Mundo Nayra Rodríguez Eugenio, astrofísica e professora do Instituto de Astrofísica das Canarias, em Tenerife, na Espanha.

Hoje a Terra registra mais lenta do ano.Hoje a Terra registra mais lenta do ano.

Leia também:

A distância varia porque a órbita da Terra ao redor do Sol não é uma circunferência perfeita, sendo que o nosso planeta descreve uma trajetória elíptica. Levando em consideração o fato, a força de atração gravitacional entre o Sol e a Terra varia ao longo da órbita, e a velocidade orbital da Terra altera de acordo com a sua distância do Sol.

Afélio

O afélio acontece a cada ano entre 2 e 7 de julho. O periélio ocorreu em 3 de janeiro.

O nosso planeta irá alcançar a sua maior distância do Sol nesta sexta-feira (6) ás 17h46 GMT (14h46 no horário de Brasília), quando a Terra e o seu astro estarão a 152.095.566 de quilômetros um do outro. A maior distância ocasiona uma velocidade de órbita menor.

A velocidade orbital de translação no afélio será de 105.444 km/h, cerca de 3.600 km a menos por hora do que a velocidade no periélio.

Vale mencionar que o verão no Hemisfério norte, temporada quando o Sol está mais próximo desta parte do planeta, coincide exatamente com o afélio. No Hemisfério Sul, porém, o verão está de acordo com o periélio. Isso ocorre por esta parte possuir mais água, fazendo com que a temperatura não aumente tanto e a Terra consiga se nutrir de mais energia.

MAIS SOBRE Terra Planeta Sol
SHARE
Comentários
Destaquesver tudo
 
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail