Asteroide do tamanho de um campo de futebol passou próximo a Terra

Um asteroide passou bem perto da Terra no último domingo, sendo identificado apenas um dia antes pela Nasa.

Por Ciência Pular para comentários

Uma rocha espacial do tamanho de um campo de futebol americano acabou passando próximo a Terra no último domingo (15), sem que a NASA o identificasse dias antes, o fenômeno não havia acontecido mais desde 1930. O asteroide acabou sendo identificado apenas um dia antes de se aproximar do nosso planeta, o qual os cientistas estão chamando de "voo surpresa".

Catalina Sky Survey foi quem descobriu o asteroide chamado 2018 GE3, no sábado, dia 14 de abril, sendo que algumas horas depois o fenômeno acabou sendo registrado também pelo astrônomo amador, Michael Jager, de Weißenkirchen, na Áustria, em uma de suas gravações constatou a presença da rocha que estava planando na constelação sul de Serpens.

O asteroide estava a aproximadamente 192 mil quilômetros de distância, segundo o Centro de Estudos de Objetos da Terra (CNEOS em inglês) da NASA. A distância representa exatamente a metade da distância entre a Lua e a Terra. A Associação ainda estima que a rocha chegue a medir entre 39 e 99 metros de diâmetro.

Mesmo com todo esse tamanho, o asteroide ainda é seis vezes menor que o meteoro que explodiu sobre os Montes Urais da Rússia em Chelyabinsk, no início de 2013. Este por sua vez pesava cerca de 10 toneladas e tinha aproximadamente 14 metros de largura.

Porém, o meteoro na época acabou ferindo 1.100 pessoas de acordo com a Academia Russa de Ciências. Isso porque o fenômeno adentrou na atmosfera terrestre a uma velocidade hipersônica de pelo menos 53 mil quilômetros por hora e acabou se quebrando com o choque, virando pedaços de 28 a 51 quilômetros.

Asteroide do tamanho de um campo de futebol americano passa perto da TerraAsteroide do tamanho de um campo de futebol americano passa perto da Terra

O asteroide que passou bem próximo neste mês, viajava a uma velocidade de 66 mil quilômetros por hora, e segundo a organização EarthSky, o mesmo deveria ter se quebrado assim que entrou na atmosfera da Terra, ao entrar em atrito com o ar. Contudo, a entidade ainda informou que rochas deste tamanho podem sim chegar a superfície terrestre e causar danos.

A NASA permanece rastreando o que acontece no espaço e já identificou mais três pequenas rochas espaciais que devem se aproximar da Terra nos próximos dias, uma inclusive no dia em que essa notícia é escrita, e mais duas, sendo que a maior delas deve chegar a medir 33 metros de largura.

Mais sobre: asteroide, NASA, rocha, Terra
Compartilhe com seus amigos:
Fernanda Beling
Fernanda Beling Administradora, apaixonada por tecnologia. Amante de livros, séries e filmes.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @fsbeling // TWITTER: @fsbeling
Quer conversar com o(a) Fernanda, comente:
Carregar comentários
Quantos celulares a Motorola tem em linha?
5(15,03%)
10(55,35%)
15(11,62%)
20(9,57%)
26(8,43%)