Asteroide de 5 Km vai passar próximo a Terra antes do Natal

Asteroide chamado Phaeton deve cruzar a Terra no dia 16 de dezembro com distância de 10 milhões de quilômetros.

Por | @fsbeling Ciência

Um asteroide de 5 km de extensão estaria se aproximando da Terra no próximo mês, a rocha espacial deve cruzar o nosso planeta no dia 16 de dezembro com cerca de 10 milhões de quilômetros de distância. Pode até parecer muito distante, mas é 26 vezes a distância da Terra com a Lua.

Asteroide PhaetonAsteroide Phaeton

De acordo com a NASA, Agência Espacial dos Estados Unidos, não há motivo para preocupação, pois a passagem do asteroide 3200 Phaeton não deve causar nenhum dano ao nosso planeta. "As imagens serão excelentes para obter um modelo 3D detalhado do objeto espacial”, ressaltou a agência espacial. As observações serão feitas através dos observatórios de Arecibo, em Porto Rico e em Goldstone, na Califórnia.

Chuva de Meteoros

O Phaeton pode ser o responsável pelas chuvas de meteoros das Geminíadas, acreditam os cientistas. Este acontecimento pode ser obeservado todos os anos nos dias 13 e 14 de dezembro, isso porque a órbita de Phaeton é muito semelhante.

Asteroide estaria quebrandoAsteroide estaria quebrando

No entanto, as chuvas de meteoros normalmente são causadas pelos cometas que contam com uma “cauda” composta por estilhaços e gelo. A princípio, isto não acontece com o Phaeton, ele estaria de quebrando e isso estaria fazendo com que ele apresente características semelhantes às dos cometas.

Nova aproximação em 2050

Segundo informações da NASA, a aparição de 2017 será a mais próxima da Terra desde a descoberta do asteroide em 1983. Acredita-se que o objeto possa até mesmo ser observado por telescópios pequenos. Porém, se faz necessária experiência neste tipo de observação e o local precisa ser escuro para a visualização, como locais em zonas rurais que não há incidência de luz de lâmpadas.

Nova aparição deve ocorrer em 2050Nova aparição deve ocorrer em 2050

Leia também:

Segundo os cálculos da agência espacial dos EUA, o asteroide deve voltar a se aproximar do planeta novamente em 2050. Após, em 14 dezembro de 2093 deve chegar a proximidade de 1,9 milhões de quilômetros da Terra, ainda mais próximo, o que não significa que vai atingir nosso planeta, afirma a NASA.

Com base na trajetória dos asteroides, são classificados como maiores Asteroides Possivelmente Danoso (PHA), nesta classificação o Phaeton é considerado o terceiro maior, perdendo apenas para o 53319 1999 JM8 com 7 km de extensão e o 4183 Cuno com aproximadamente  5,6 km de distância.

Mais sobre: asteroide Phaeton NASA
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo