Por que e-commerce não tem planners?

Pode até parecer pretensão minha ou querer vender o meu peixe, mas sinceramente, eu acho que as empresas precisam ter mais pessoas que pensam comunicação.

Por | @plannerfelipe Marketing Digital

Pode até parecer pretensão minha ou querer vender o meu peixe, mas sinceramente, eu acho que as empresas precisam ter mais pessoas que pensam comunicação. Vejo o perfil de quem trabalha em empresa só em números, números e pouco se preocupam com a qualidade da comunicação ou quem é o público-alvo deles. Não acho isso um erro, muito pelo o contrário, essa é apenas uma constatação.

Por que e-commerce não tem planners?
Há algum tempo estou trabalhando dentro de um dos maiores e-commerces no Brasil. Uma experiência nova e muito rica. Aliás, planners precisam de repertório como disse em um evento para profissionais de planejamento o profissional Pedro Cruz. E ele tem razão. Experiências nos movem. O novo nos move!

Tenho percebido que aqui muito se preocupa com vendas e pouco com quem compra. Algo normal, estamos falando de varejo. Sendo on ou offline, é varejo e pronto. Vendas, dinheiro e mais uma vez número. E mais uma vez não digo que estão certos ou errados, mas esse é um modelo de negócio e gestão que o varejo vem a anos trabalhando. Não sou eu quem vai falar que estão certos ou errados. Se a Casas Bahia fatura 14 bilhões por ano, sou eu quem vai dizer aos Klein “ei, repensem o modelo de negócios de vocês...”

O que me preocupa ainda é que em diversos clientes que atendo o perfil de público-alvo ainda vem o básico do básico: Homens e mulheres, classe AB 25+. Não digo apenas no e-commerce que atuo, mas em 99,9% dos clientes que eu já atendi. O perfil é esse e pronto! Por isso que falta um profissional de planejamento estratégico nas empresas. Em todas. Planejamento é mais do que pensar ações. É analisar relatórios, resultados e entender o comportamento do consumidor a fundo, sendo assim, entender o comportamento ou hábitos de compra.

Quando estamos atuando com o varejo online, seja ele gigante, grande, médio, pequeno ou micro quanto mais se entende o comportamento das pessoas na hora de entrar, pesquisar, analisar, comentar e comprar, mais se entende o por que, como e onde as pessoas vão no site. Quando temos uma taxa de conversão de 2% (média de mercado) significa que 98% das pessoas entram no site e saem sem comprar. Uma taxa assustadoramente alta, o que mostra (entre outras razões) o por quê “apenas” 30 milhões de pessoas comprarão algum produto pela web.

Claro que em todos os sites de e-commerce encontramos analistas para destrinchar os números que são gerados, normalmente equipes de BI que estão preocupados em entender e traduzir os números. Melhorar a performance, mas pouco se trabalha comunicação. Veja como todos os sites de e-commerce se mostram iguais. O profissional de planejamento é necessário para alinhar seu conhecimento de comunicação, relatórios de BI, pesquisas de mercado, análise de consumidor, análise da performance do site (pode ser o Google Analytics, mas recomendo outras ferramentas) e traduzir isso em estratégias de comunicação que possam gerar mais resultados em vendas.

Quando vemos que Bisnaguinha Seven Boys perdeu vendas porque as pessoas queriam saber mais sobre o produto, entendemos a importância de conteúdo para as pessoas, mas não um conteúdo qualquer e sim algo com foco. Esse foco é dado com a combinação dos pontos acima citados.

E ai, vamos trazer esses profissionais para o negócio?

Mais sobre: e-commerce marketing
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo