Criando um plano de SEO

Muito bem. Você finalmente conseguiu colocar em prática aquela idéia antiga de ter um site. Hoje em dia é muito mais fácil começar sua produção web, já que as ferramentas estão mais baratas e mais acessíveis aos leigos.

Por | @rodrigo_duarte Marketing Digital

Muito bem. Você finalmente conseguiu colocar em prática aquela idéia antiga de ter um site. Hoje em dia é muito mais fácil começar sua produção web, já que as ferramentas estão mais baratas e mais acessíveis aos leigos. Nos primeiros dias você começa super empolgado, escrevendo todos os dias, avisando os amigos do seu novo endereço na internet, pesquisando sobre diversos assuntos... mas este momento dura pouco. Muito pouco.

Criando um plano de SEO

A internet está cheio de sites e blogs que estão efetivamente abandonados. São contas abertas por usuários mas que depois de um tempo são esquecidas. E um dos principais motivos para este abandono é a desmotivação causada pela falta de audiência nos sites. Então é fundamental para todos que começam um novo projeto na internet dar atenção a otimização do seu site para os sistemas de buscas (leia-se Google). Basicamente, estamos falando do início de um projeto de SEO para seu site.


SEO?


Sim, SEO ou, se você preferir, Search Engine Optimization. Deixando um pouco de lado estes termos que podem parecer confusos para quem não possui familiaridade com a internet, as técnicas de SEO não fazem nada mais do que tornar as páginas de seu site amigáveis com os sistemas de buscas existentes. Através do entendimento do funcionamento dos mecanismos automatizados dos sistemas de busca, os desenvolvedores conseguirem desenvolver técnicas e aplicativos que ajudam a melhorar o posicionamento de sua página no Google ou páginas afins.
Mas por onde começar? É o que veremos agora!


Arrumando a casa antes


Antes de mais nada, é necessário ter conhecimento do seu próprio site para conseguir colocar as mudanças em prática co maior efetividade. Muitas pessoas acham que conhecem seu site, mas apenas acham. Afinal de contas, você sabe quantos visitantes seu site possui? E de onde eles surgem? Quais são as palavras mais procuradas no seu site? Como ele aparece atualmente nos sistemas de buscas? Todas estas informações são essências para que você passa possa prosseguir.

Existem diversas ferramentas que fazem isso por você, mas sem dúvida, a mais completa e obrigatória para todos é o Google Analytics. Ele te dá um relatório completo da situação do site. Basta você fazer o cadastro, pegar o código que o Google gera e colocar no seu site.
Ofereça o que as pessoas querem, não o que você quer!

Pode parecer um pouco forte, mas é a pura verdade. Se você está preocupado com a audiência do seu site, deve estar ciente de algo que muitas vezes a maioria das pessoas pensam que estão, mas não estão: Você está fazendo o site para os visitantes, não para você. Mesmo que você faça um site segmentado sobre um assunto que você gosta muito (afinal de contas, ninguém vai fazer um site sobre algo que não gosta), é importante saber quis são os assuntos mais buscados dentro deste segmento que você está trabalhando.

Uma boa dica é a utilização de ferramentas para pesquisa de palavras chaves utilizadas pelas pessoas que visitam seu site ou por pessoas que buscam na internet assuntos relacionados ao que você escreve. Por exemplo, o Google Trends é uma excelente escolha para pesquisar até cinco keywords ou frases simultaneamente, basta utilizar vírgulas para separá-las, e o resultado será apresentado na forma de gráfico. Alguns trechos do gráfico são marcados e relacionados com algum evento e ainda notícias sobre esses eventos são exibidos a direita caso esteja disponível.


Cuidado com o conteúdo


A partir da pesquisa feita em cima das palavras chaves, é fundamental que os desenvolvedores explorem ao máximo as informações que possuí no conteúdo produzido para o site. As palavras chaves, por exemplo, devem estar sempre presentes nos textos, preferencialmente nos títulos das postagens. É importante também que os títulos sejam relevantes e diretos. Ou seja, as pessoas precisam ler o título e saber exatamente do que se trata, assim o motor de busca também conseguirá identificar com mais precisão aquela página e, consequentemente, vai posicionar bem o site.


Tudo é prioridade


Se você está começando do zero, é mais fácil colocar estas dicas em prática. Mas se você já possui um website e está trabalhando com o objetivo de tornar ele mais amigável, o trabalho será um pouco mais complicado. É interessante que o trabalho e as dicas de SEO sejam utilizadas em todo o site. Mas se você está começando agora e não tem muito tempo, o ideal é dar prioridade a capa de seu site e as páginas onde você possui um direcionamento para as outras páginas. Não dê preferência a páginas que não possuem links para outras páginas dentro do site.


Pesquisa sempre


A última dica fundamental para você começar seu plano de SEO é pesquisar muito, e sempre. Os sistemas de SEO são feitos baseados nas ferramentas existentes. Acontece que como a internet é muito rápida, surgem novidades muito rapidamente e os desenvolvedores são obrigados a se atualizarem rapidamente. Procure saber mais sobre as ferramentas existentes e nunca deixa de conversar com outros desenvolvedores, troca de informações é fundamental.

Mais sobre: seo, otimização, guiaseo
Share Tweet
Mais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.