Crowdsoursing é a nova moda?

De tempos em tempos uma nova moda aparece no mercado de internet. Ora o Orkut, ora o Facebook, ora a web 3.0. Muitos ficam, outros somem, mas de qualquer forma, serve para os teóricos e gurus de todo o mundo terem pauta para assassinarem antigas mídias com as novas mídias

Por | @plannerfelipe Redes sociais

De tempos em tempos uma nova moda aparece no mercado de internet. Ora o Orkut, ora o Facebook, ora a web 3.0. Muitos ficam, outros somem, mas de qualquer forma, serve para os teóricos e gurus de todo o mundo terem pauta para assassinarem antigas mídias com as novas mídias, bom, a última foi no DigitalAge2.0 de 2011, que um teórico disse que as Redes Sociais vão matar os buscadores. Parece piada, mas o cara é pago para falar isso! E pessoas pagam para ouvir.

Poderia dizer piadas a parte, voltemos ao texto, mas infelizmente não é piada, mas mesmo assim voltemos ao texto. O crowdsourcing parece ir por esse lado de mais nova moda das marcas. É bonito falar termos em inglês, dá idéia de grandeza frente ao mercado e ao anunciante, mas será que estamos vendo uma revolução ou outro mais do mesmo com nome diferente?

O conceito é muito interessante, não há duvida, é o uso da inteligência e conhecimentos coletivos espalhados pela internet para resolver problemas, normalmente as marcas recolhem essa inteligência que as pessoas postam gratuitamente. Não há mais dúvidas, pelo menos na minha modesta opinião, de que as pessoas gostam de compartilhar conhecimento. Nesse momento, você está lendo um material que estou produzindo gratuitamente por simples prazer. Assim como eu, milhares de pessoas no mundo inteiro fazem o mesmo, aliás, fazem até muito mais do que esse simples artigo.

Mas será que isso já não é feito há vários anos? Um dos primeiros passos de grandes empresas para lançar um produto é ir ao mercado saber a sua aceitação, ou seja, é perguntar as pessoas o que elas querem em um determinado produto. Como sempre digo em aulas, as Redes Sociais são grande fonte de pesquisas, mas pesquisas já eram feitas antes da Internet, esse canal, só potencializou as marcas a descobrirem o que o consumidor quer.

A dica que dou nesse artigo é não usar o conceito de crowdsourcing apenas por “moda” e sim como entendimento do que o consumidor quer. Saiba compreender a mensagem que o consumidor passa quando o que ele escreve tem a ver com a marca ou produto que você está trabalhando. Planners devem ficar atentos a isso.

Mais sobre: crowdsourging midias sociais
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo