ISO 9001: Um olhar sobre o caso Toyota

O recall dos veículos Toyota (cerca de 9 milhões de unidades) expôs a degradação da Qualidade numa escala sem precedentes, que culminou nesta sexta feira, 05/03, com a declaração de Akio Toyoda, CEO da montadora, onde reconheceu publicamente que a maior montadora de automóveis do mundo cresceu rápido demais nos últimos anos, a ponto de algumas vezes negligenciar a qualidade.

Por | @oficinadanet Negócios

O recall dos veículos Toyota (cerca de 9 milhões de unidades) expôs a degradação da Qualidade numa escala sem precedentes, que culminou nesta sexta feira, 05/03, com a declaração de Akio Toyoda, CEO da montadora, onde reconheceu publicamente que ?a maior montadora de automóveis do mundo cresceu rápido demais nos últimos anos, a ponto de algumas vezes negligenciar a qualidade.? (fonte: G1).

Fosse outra montadora, o caso já seria grave e emblemático para a Qualidade, mas sendo a Toyota é ainda pior. A história da Toyota foi construída sobre os conceitos da Qualidade Total, o Sistema Toyota de Produção é referência mundial. Será que tudo isso poderia ser posto em xeque pelo mega recall?

Entenda o caso:


Agosto de 2009
Quatro pessoas morrem quando um Lexus (marca de luxo da Toyota) perde o controle nos EUA.

Setembro de 2009
Toyota convoca 3,8 milhões de veículos para substituir o tapete, apontado como responsável por prender o acelerador no fundo em diversos modelos da marca.

21 de janeiro
Mais quatro morrem num Toyota que já estava sem os tapetes. A empresa convoca então 2,3 milhões de veículos, dizendo que a causa do acelerador preso no fundo pode ser também do mecanismo do pedal.

26 de janeiro
Toyota suspende a venda de oito modelos até encontrar a solução. São eles: Corolla, RAV4, Camry, Matrix, Avalon, Highlander, Tundra e Sequoia.

28 de janeiro
Mais 1,1 milhão de veículos no recall do tapete que agarra.

29 de janeiro
Recall anunciado para 1,8 milhão de veículos na Europa por causa do acelerador que prende.

31 de janeiro
Toyota apresenta solução para o pedal problemático.

31 de janeiro
Toyota faz recall de veículos da América Latina e África, que são importados dos EUA e Europa.

2 de fevereiro
Toyota admite problema no freio do Prius.
Fonte: Estado de Minas/Vrum

Eu não creio que possa. Na minha opinião o problema da qualidade na Toyota deve-se à negligência com todos esses conceitos, em maior ou menor grau, causada pela expansão desenfreada e pela globalização, que cada vez exige maior rapidez no desenvolvimento de novos produtos e um maior volume de produção para atender a demanda mundial. Acredito que o ?mea culpa? de Akio Toyoda nesta sexta confirma essa opinião e, se serve de consolo aos que atuam com Qualidade, mostra que se uma empresa onde a Qualidade sempre foi um pilar fundamental pode ter problemas o que dizer das outras, onde desbravamos uma selva daninha à Qualidade a cada dia? E também serve de alerta ao fato de que com o tempo a qualidade tende a ocupar um lugar secundário nas preocupações da Direção, causando, guardadas as devidas proporções, problemas semelhantes ao que a Toyota vive agora. Quando ele admite que ?algumas vezes a Qualidade foi negligenciada?, na verdade ele mostra apenas a ponta do iceberg, já que existem suspeitas de que a empresa já sabia do problema a anos e foi lenta em resolvê-lo.

Caso aprenda a lição pela qual já está pagando um alto preço, a Toyota poderá se tornar novamente um ícone mundial da Qualidade, pois as mesmas ferramentas das quais ela foi berço no passado poderão reparar gradativamente a imagem da empresa. Pode parecer irônico, mas as mesmas questões de qualidade que causaram esse enorme problema, bem tratadas e resolvidas, podem ser um exemplo futuro de excelência que levantará de novo o nome da marca.

Vejam uma excelente análise do caso Toyota no site Wharton Universia

E fiquem atentos com alguns casos polêmicos que estão surgindo no Brasil, provavelmente ligados ao problema e que estão sendo ignorados, já que falam que o Brasil não faz parte do mega-recall?

Ah! E se você tem um Toyota, até essa história toda se resolver, é bom aprender como parar um carro desembestado!

Mais sobre: iso iso 9001
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo