Seguir ou não os padrões web?

Eis a questão! Hoje pela manhã, uma pessoa que me adicionou ao MSN, via site, entrou em contato comigo e começou a me questionar sobre serviços de hospedagem.

Por | @andrebuzzoweb Programação

Eis a questão! Hoje pela manhã, uma pessoa que me adicionou ao MSN, via site, entrou em contato comigo e começou a me questionar sobre serviços de hospedagem. Precisei me ausentar um pouco para resolver problemas com dois trabalhos a serem entregues, e depois fui ver o que ele havia deixado em tela, já que havia dito que queria me perguntar sobre um assunto.

E o que ele me perguntou, ou disse, foi mais ou menos isso:
“André, hoje em dia não existem muitos DESENVOLVEDORES WEB, por conta dos CMS´s! Creio eu que as pessoas não gostam de codificar, e já que os CMS´s já vêm prontos para uso, as coisas ficam mais fáceis! Um dos problemas que vejo hoje em dia, é que quando você coloca o seu CMS para validar o código no modo STRICT, ele não valida! (...)”.
Bom, isso me fez pensar em uma coisa bem sutil, mas da mesma maneira que me fez pensar, gostaria e muito de saber a opinião de vocês: compensa SEGUIR OS PADRÕES WEB?

Seguir ou não os padrões web?

Eu particularmente creio que sim!
A partir do momento que existem BOAS PRÁTICAS (que ao meu entender não significam REGRAS!), eu não vejo problemas em segui-las e/ou implementá-las! Se determinada coisa foi feita para ser usada de uma maneira, use-a da maneira que foi projetada! Não tente inventar moda ou usar um “address” para colocar algo em itálico! Use “em” para itálico! Mas o que me faz pensar mesmo, e sinceramente, me revoltar demasiadamente, são serviços que temos na Internet que não respeitam regras!

Muitos que acessam meu site e vêem minhas vídeo aulas, sabem que eu tenho um TITÂNICO DESPRAZER em trabalhar com o Internet Explorer. Em todas suas versões! Eu odeio de paixão esse programa! E, do que adianta nós seguirmos os PADRÕES WEB, se quem necessita renderizar esses padrões não entende os padrões? Você coloca determinada regra no CSS, valida o arquivo, e no validador dá que seu CSS está perfeito! Você abre o Internet Explorer e volta ao seu arquivo HTML para botar comentários condicionais para CONSERTAR A EXIBIÇÃO NA PIMBÓRDIA DO INTERNET EXPLORER!

Do que adianta fazer as coisas da maneira correta, sendo que às vezes, ou normalmente, temos programas que não respeitam isso? O que eu acho mais estranho, é que fazendo-se uma comparação idiota, é o seguinte: Você vai a um dentista, e pede para o/a profissional arrumar seu dente da frente que tá com problema. O profissional vai lá, arruma o seu dente, e bota um “remendo” de cor “duvidosa” no seu dente. Você vai voltar nele?
É CLARO QUE NÃO!
Você vai procurar outro correto? Para quem têm um mínimo de inteligência, sim! Então, eu me pergunto: PORQUE INSISTIMOS EM CORRIGIR ERROS NO INTERNET EXPLORER? PORQUE CONTINUAMOS A DESENVOLVER SITES PARA UM PROGRAMA QUE NÃO RESPEITA OS PADRÕES?


Porque é o mais utilizado?


O GOOGLE já anunciou que não dará mais suporte às versões antigas do IE. Ele tá errado, em tirar dos usuários o bom funcionamento do seu sistema? Eu, sinceramente, acho que não. Não quero culpar o usuário por não atualizar seu navegador, pois se muitos deles têm dificuldade em navegar na web, imagine então atualizar programas! Eu acho que a culpa na realidade é de quem FABRICA essa %$#@%! Me desculpe os mais puritanos, meu palavreado!

Gostaria muito que houvesse uma corrente, forte, como houve para a mudança do HTML 4 para o HTML5, que pregasse a “não utilização de comentários condicionais no INTERNET EXPLORER”. Simplesmente, gostaria e muito, que nós, webdesigners e webdevelopers, numa corrente de tentar “mudar a internet” (nada utópico de minha parte!), parássemos de dar suporte ao IE. Quem sabe, os “profissionais” que criam esse navegador fizessem um serviço decente que atendesse aos padrões, assim como o Firefox atende. Pelo menos, eu consigo ver meu site do jeito que é para ficar nesse navegador.

Aí eu te pergunto: compensa usar os padrões web? Eu uso... embora o Internet Explorer não me ofereça suporte!
P.S. – Uma pergunta que não quer calar: “Porque lançaram o IE9, se eu preciso colocar uma linha no HEAD do meu HTML que o faça se comportar como IE8?”

Mais sobre: html padrões web
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo