Duas Alternativas ao Gerenciamento de Projetos

O Gerenciamento de Projetos é a disciplina de definir e atingir objetivos, otimizando o uso de recursos (tempo, dinheiro, pessoas, materiais, energia, espaço, etc) durante o progresso de um projeto (definidos aqui como um conjunto de atividades com duração finita).

Por | @gustavomr Carreira em TI

O Gerenciamento de Projetos é a disciplina de definir e atingir objetivos, otimizando o uso de recursos (tempo, dinheiro, pessoas, materiais, energia, espaço, etc) durante o progresso de um projeto (definidos aqui como um conjunto de atividades com duração finita).

Ao contrário do que muitos pensam, gerenciar projetos não é uma atividade nova. Como exemplo, o projeto Manhattan, plano secreto dos Estados Unidos para desenvolver bombas atômicas para uso bélico, já pensava em locais e recursos envolvidos na pesquisa atômica durante a Segunda Guerra Mundial.

Assim, o Gerenciamento de Projetos está composto de diversas atividades diferentes como:

  • Planejar o Trabalho;
  • Estimar os recursos necessários para a execução do projeto;
  • Organizar o trabalho (importante e vamos discutir este assunto mais especificamente abaixo);
  • Adquirir recursos materiais e humanos;
  • Designar tarefas;
  • Dirigir atividades;
  • Controlar a execução do projeto;
  • Reportar o progresso;
  • Analise os resultados;

Existem vários métodos que podem ser usados para organizar o trabalho, incluindo métodos ágeis e métodos tradicionais. O representante dos métodos ágeis mais conhecido é o Scrum e por parte dos métodos tradicionais o guia PMBOK (Project Management Body of Knowledge).

O PMBOK é descrito através de grupos de processos publicado pelo Project Management Institute (PMI) e constitui a base do conhecimento em gerência de projetos do PMI. Estas práticas são compiladas na forma de um guia, chamado de Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, ou Guia PMBOK.

Descrição dos grupos de processos de gerenciamento de projetos:
1. Iniciação
2. Planejamento
3. Execução
4. Monitoramento e controle
5. Encerramento

Estes grupos estão descritos contemplando práticas das nove áreas de conhecimento:
1. Gerenciamento de integração do projeto
2. Gerenciamento do escopo do projeto
3. Gerenciamento de tempo do projeto
4. Gerenciamento de custos do projeto
5. Gerenciamento da qualidade do projeto
6. Gerenciamento de recursos humanos do projeto
7. Gerenciamento das comunicações do projeto
8. Gerenciamento de riscos do projeto
9. Gerenciamento de aquisições do projeto

Já o Scrum é um processo de desenvolvimento ágil. No Scrum, os projetos são dividos em ciclos (tipicamente mensais) chamados de Sprints. O Sprint representa um Time Box dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado em um tempo fixo. Metodologias ágeis de desenvolvimento são iterativas, ou seja, o trabalho é dividido em iterações, que são chamadas de Sprints no caso do Scrum.

As atividades a serem realizadas em um projeto são mantidas em uma lista que é conhecida como Product Backlog. No início de cada Sprint, faz-se um Sprint Planning Meeting, ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner (Cliente ou Representante do cliente) prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades que ela será capaz de realizar durante o Sprint que se inicia. As tarefas alocadas em um Sprint são transferidas do Product Backlog para o Sprint Backlog.

A cada dia de uma Sprint, a equipe faz uma rápida reunião, chamada Daily Scrum. O objetivo é disseminar conhecimento sobre o que foi feito no dia anterior, identificar problemas e priorizar o trabalho do dia que se inicia.

Ao final de um Sprint, a equipe apresenta as atividades realizadas em uma Sprint Review Meeting. Finalmente, faz-se uma Sprint Retrospective e a equipe juntamente com o Product Owner parte para o planejamento do próximo Sprint.

Mais sobre: gerencia, scrum, pmbok
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.