O mix de comunicação não mudou. No que temos que mudar?

No evento Proxxima 2011, tive a oportunidade de assistir a palestra do Marcelo Santago, o qual sou um admirador confesso do seu trabalho e idéias; na palestra Santago discutiu algo que está bem nítido e que cada vez mais estamos vendo no mercado: não há novidade no mix de comunicação!

Por | @plannerfelipe Marketing Digital

No evento Proxxima 2011, tive a oportunidade de assistir a palestra do Marcelo Sant´ago, o qual sou um admirador confesso do seu trabalho e idéias; na palestra Sant´ago discutiu algo que está bem nítido e que cada vez mais estamos vendo no mercado: não há novidade no mix de comunicação! As marcas vão continuar fazendo, por muito tempo, rádio, TV, jornal, revista, banner na home de portal, ações em Redes Sociais, eventos, assessoria de imprensa, material de ponto de venda, enfim, a Internet só trouxe mais um canal dentro do mix de comunicação, não é o único, não vai matar nenhuma outra mídia e deve ser trabalhada dentro da comunicação 360º.

O mix de comunicação não mudou. No que temos que mudar?

Na mesma palestra, que alias inspirou esse artigo, Marcelo mostrou uma frase de Wendy Clark, que é uma das responsáveis pelo marketing da Coca-Cola no mundo na qual a executiva mostra como a empresa vê a comunicação como um todo “Nós da Coca-Cola não estamos interessados em conversar com o consumidor apenas em um meio”.

Não basta estar na mídia, é preciso saber equilibrar a comunicação. Na palestra até foi citado o caso da Pepsi nos EUA que decidiu investir 100% do seu budget na web e perdeu mercado, perdeu vendas e caiu de 2ª para 3ª marca mais consumida no país, atrás da eterna líder Coca-Cola e agora da vice-líde Coca-Cola diet. O pensamento da Coca no 360º de comunicação e da Pepsi no foco na web é um dos segredos da liderança X 3º colocação.

Todo esse discurso me fez refletir no dia-a-dia do trabalho. Realmente, não tem nada de novo a não ser a chegada do iPad que muitas empresas já estão lá. O que se pode inovar é na forma de comunicar. Isso, planners, também é um papel nosso. Não deixe tudo nas costas da criação ou mídia. Temos o papel de entender cenários, trazer tendências, pesquisar, pesquisar, pesquisar e saber o que o consumidor deseja. Ai está o segredo de impactar o consumidor no momento e como ele deseja.

Chegar para o cliente e dizer: “temos uma grande estratégia em Redes Sociais” ou “Esse anúncio interativo no iPad será muito bom” já era. Esse é o mix de comunicação que permanece o mesmo, o que temos que pensar é como inovar, como se diferenciar e como ser relevante dentro do mix, ou seja, como fazer uma ação altamente interessante nesses canais.

Vamos a um exemplo? Recentemente uma dupla de modelos Tchecas veio ao Brasil. A palavra tcheca tem, aqui no pais, um sentido duplo, sendo um pejorativo que nem preciso mencionar o que é. Esse apelo, ao lado da beleza das modelos, as levou rapidamente ao programa Pânico da RedeTV. Durante algumas semanas, a dupla foi destaque no programa e nos sites Papo de Homem e R7. Com toda essa mídia, a dupla conseguiu mais de 170 mil seguidores no Twitter além da mencionada exposição. A agência WE, responsável pela campanha usou o mix de comunicação como todas as outras, mas de uma forma irreverente e de impacto para lançar a sua cerveja “Proibida”. Mesmo o Pânico patrocinando uma concorrente da cerveja, a agência conseguiu dar destaque a dupla sem que o programa soubesse (será mesmo que não sabiam?)

Como sempre digo nas minhas palestras e aulas, é importante ser relevante para o consumidor. Se ele quer um canal no Twitter para saber sobre uma determinada marca, ofereça isso. Se ele quer ver fotos do produto no Facebook produza isso. Se ele é impactado por uma propaganda com apelo humorístico, entregue isso ao consumidor. Ele não fica pensando qual o grande conceito a agência chegou. Ele simplesmente consome a comunicação e responde comprando, indicando ou falando bem da marca. Pense nisso quando inovar. As vezes, o simples traz mais resultados.

Mais sobre: comunicação digital, proxxima, eventos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários
Continue lendo