Como você explora a sua capacidade de criar?

A criatividade é um diferencial que nos faz avançar. Quando compreendemos como ela se manifesta, podemos usá-la a nosso favor. Observação e empenho ajudam.

Por | @dani_publica Marketing Digital

A criatividade é um diferencial que nos faz avançar. Quando compreendemos como ela se manifesta, podemos usá-la a nosso favor. Observação e empenho ajudam.

Quantas vezes você já pensou se não haveria uma maneira mais fácil de fazer as coisas? Porém frequentemente continua a fazer certas coisas da forma mais difícil, só porque está acostumado.

Da mesma forma, se você observar a maneira como produz, provavelmente encontrará um modo de economizar tempo e energia.Proponho uma discussão sobre como ser original.

Ser criativo, teoricamente, requer um certo empenho e uma pitada de visão. Considere que empenho e observação são dois polos bem distintos, onde o equilíbrio se faz necessário para obtermos uma dualidade perceptível e eficaz.

Cada ser humano tem seu individualismo criativo. Sendo assim faço duas perguntas diretas:


  1. Quando e como você explora sua capacidade?
  2. O que nos diferencia na hora de avaliar palavras e ações de incentivo e retorno?

Quando decidimos criar, expomos não apenas idéias e ideais, mas uma espontaneidade que nos diferencia e capacita. Como sempre ressalvo: somos únicos em uma grande maioria. Por isso a mesma mão que avalia também pesa quando nos tornamos conhecidos e exemplificados.

Ser uma pessoa criativa atrai bons negócios e oportunidades de crescimento. É preciso desenvolver uma ampla observação, abrir leques com novos fatos, aumentar nossa caracterização moral, possuir boas críticas construtivas, maximizar e qualificar pontos de vista.

Costuma-se dizer que, se você falhar no planejamento, poderá também planejar para falhar. Isso é especialmente verdadeiro em sua rotina criativa. A criatividade é o guia ou mapa que nos auxilia a atingir conquistas, sejam elas individuais ou coletivas. Além disso, permite que organizemos nosso tempo com eficiência e nos oferece meios para medir nosso progresso.

Se vivermos sempre em uma bolha acreditando em tudo que lemos ou ouvimos, seremos para sempre engessados em uma parcial ínfima que faz parte de nosso cotidiano acelerado e muitas vezes errôneo.

Por isso acredite: todo profissional é capaz de formar palavras de retorno. Ser original é dar um passo de cada vez.

Foco e imparcialidade são constantes necessárias na vida de um profissional criativo. Comece já a anotar quanto tempo você está dedicando as coisas não produtivas e, com base nisso, reorganize-se.

Mais sobre: criação design
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo