Dica para a carreira: Tenha paciência com a impaciência

Muitas vezes precisamos passar por algumas mudanças em nossas carreiras e isso nos leva a uma linha tênue entre a insatisfação e a atitude de nos reposicionarmos. Este artigo tem o enfoque de nos fazer refletir qual o posicionamento que estamos tomando e o que realmente queremos.

Por | @vgolinoski Carreira em TI

Quando estamos impacientes, o mundo parece agir contra. Pegamos todos os semáforos fechados, o carro que está a nossa frente é sempre o mais lento. Se algum pedestre resolve se arriscar numa travessia de rua perigosa, é claro que ele vai escolher o nosso carro pra aventura diária na avenida. Mas e quando trazemos a impaciência para a nossa vida profissional? O que acontece? Como lidamos com ela? O que ela nos causa? Pode ser benéfica?

Dica para a carreira: Tenha paciência com a impaciência


A insatisfação não identificada é um dos fatores que traz a impaciência à tona. Sabemos que não está bom o trabalho, sabemos que as demandas e as cobranças estão nos deixando cada vez mais irritados, mas não conseguimos sair de um ciclo vicioso de insatisfação e impaciência dia após dia. E só queremos que os dias acabem logo.

O que isso nos causa?
Além de stress, nervos mais curtos, dores de estomago e de cabeça... Chamo a atenção para o pior dos sintomas:

O looping!
Entramos num looping de reclamação, impaciência e irritação que do qual não conseguimos sair, como se o carrinho da montanha russa enguiçasse justamente nas piores voltas. Isso nos faz perder tempo e gastar nossa energia no foco errado. Ficamos impacientes por estarmos irritados. Reclamamos por estarmos impacientes. Ou seja, acabamos nos concentrando nas conseqüências e não nas causas.

Tudo aquilo que nos gera uma impaciência excessiva precisa ser pensado e revisto. Não necessariamente a impaciência profissional significa mudança para uma nova empresa. Pode significar a necessidade uma nova postura no mesmo cargo, nas mesmas atividades. A chave para a descoberta é a paciência.

Precisamos ter paciência com a impaciência. Podemos demorar para identificar os motivos, mas ao identificarmos, precisamos parar, pensar, analisar o que está nos causando, de onde vem e, com muita paciência, tomarmos as decisões necessárias para mudar o quadro. Quando chegarmos neste ponto, a impaciência será totalmente benéfica!

Algumas perguntas podem ser feitas:

  1. Em que momento fiquei impaciente?
  2. Quais são as ações, pessoas, atividades, que me deixam impaciente?
  3. Mudando meu cargo ou minha postura as coisas vão mudar?
  4. Gosto daquilo que estou fazendo? Se não gosto, é uma fase necessária para atingir aquilo que quero ou preciso mudar radicalmente?


Obrigada, bom trabalho e até a próxima!

Enviado por:
Valéria Golinoski
- Graduação em Sistemas de Informação
- Pós Graduação em Mapeamento e Gestão por Processos
- Experiências:
- HSBC Bank Brasil;
- Auditora da Price Water House Coopers;
- Coordenadora de equipes de desenvolvimento de Sistemas;
- Coordenadora da área de Informações Gerenciais e Processos;
- Atuação como Coaching for Life and for Business;

Mais sobre: carreira, dica, saúde
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários