Resultados e Falhas do sistema de gestão da qualidade

Avaliação de como um sistema bem implantado pode gerar problemas irreversiveis

Por | @qualidadebrasil Negócios
Olá! Como já trabalho na área de sistema da qualidade, e muitas vezes foi solicitado uma avaliação de como um sistema qualidade pode gerar falhas se mal administrado, sei que o mesmo interessa unicamente aos profissionais da área, mas veja pelo seguinte lado, um sistema de gestão da qualidade, nada mais do que seguir todas as responsabilidades de forma a comprovar a sua veracidade, ou seja, em uma empresa que produz certo tipo de produto, o mesmo tem que estar de forma a que o cliente identifique claramente que suas especificações foram atendidas, por isso o sistema de gestão da qualidade na plataforma ISO 9001 tem de estar documentado de forma a comprovar não só o seu acompanhamento e sim comprovar que seu processo identifica a qualidade como um todo, sendo assim qualquer área pode fazer uso deste sistema.

Abaixo colocarei alguns exemplos do que não fazer durante sua gestão.

- Indicadores da qualidade: são a essência de seu funcionamento, portanto respeite suas datas e nunca tente influenciar resultados no papel, pois o que aparece é na pratica.

- Auditorias internas: são a base para um ótimo entendimento de suas informações, são através destas auditorias internas e ou externas que se evidencia as reais necessidades de ações sejam elas corretivas e ou preventivas, portanto deixar de realizar uma auditoria é deixar de lado sumariamente a qualidade, e o fato de não se identificar um problema em certa auditoria, não quer dizer o problema não exista.

- Documentos: são a origem de um sistema da qualidade bem identificado, se o mesmo for utilizado de forma a não atender a norma ISO 9001, seria o mesmo que manter um fósforo em um copo de água, sem função alguma, preste muita atenção em seu monitoramento e controle, pois de forma a entender que todos os documentos distribuídos atende a mesma edição, falha muito comum.

- Reuniões: são necessárias para evidenciar não só ações e sim manter o grupo participante integrado ao seu funcionamento, do que adianta a pessoa um falar FRANCES se a pessoa dois sequer sabe onde fica a frança, então mantenha seu calendário de reuniões ativa e nunca, mais nunca adicione aos seus relatórios informações inexistente, pois em auditorias são facilmente identificadas.

- Analise da direção: muitos diretores que investem uma boa quantia de seus recursos em um sistema da qualidade, sem querer ou por desleixo , esquece, deixa por conta e não quer participar, acaba gerando o maior dos problemas, que é não participar das reuniões de ANALISE CRITICA, ou seja, o dono da boiada, não gosta de cuidá-los, sendo assim por tempos o sistema acaba sendo ignorado e por acreditar que se não tiver um ótimo profissional que cumpra esta missão de realizar estas reuniões e cobrar de seu próprio patrão a sua participação, a coisa não acontece.

- Ações corretivas: esta a meu ver é muito critica, pois grande parte dos profissionais envolvidos na área da qualidade não sabe obter maior clareza nas soluções de suas falhas operacionais, portanto o melhor é fazer de sua consultoria um grande mestre.

Mais sobre: Iso Iso 9001
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter