Alguns Indicadores Financeiros para a Qualidade

Às vezes temos dificuldade em determinar indicadores de cunho financeiro para a qualidade, pois sua linguagem sempre foi mais ligada ao produto, desempenho de processos, quantificação

Por | @oficinadanet Negócios
Às vezes temos dificuldade em determinar indicadores de cunho financeiro para a qualidade, pois sua linguagem sempre foi mais ligada ao produto, desempenho de processos, quantificação… Mas é óbvio que as questões da Qualidade também têm sua faceta econômica, e os próprios grandes mestres da Qualidade alertavam que é necessário conhecê-la até para argumentar contra quem julga que a Qualidade custa muito para a empresa. Pesquise Feigenbaum, Juran, Crosby e veja por si mesmo…

Indicadores da área financeira podem ser determinados sobre fatores realmente úteis à empresa, como economia obtida na aquisição de insumos, redução de despesas, e inclusive um voltado para o desempenho dos processos - o custo da não qualidade.

Como determiná-los? Seguem sugestões:

Economia na Aquisição de Insumos: Considere suas principais matérias-primas e compare as quantidades adquiridas x sobras em estoque. Estas sobras podem ser reduzidas, dependendo dos materiais e de sua importância para seus processos, gerando uma economia de caixa sobre materiais de preço estável e baixa rotatividade de estoque.

Redução de despesas: As despesas de cada setor devem ser acompanhadas e, sem prejuízo aos mesmos, reduzidas para gerar economia. Suas vantagens são permitir um melhor acompanhamento sobre o que cada processo ou setor consome, maior conscientização dos custos operacionais e do que realmente é necessário e em que quantidade.

Compare o custo total de cada setor com uma projeção média de períodos passados, se possível. Caso contrário, crie o indicador primeiro para monitorar os custos por um período de digamos, um ano, e depois estabeleça uma média. É importante que cada setor tenha seu próprio indicador individual, não deve ser aplicada comparação entre setores.

Outro cuidado que deve ser tomado é não utilizar este indicador como forma de pressão sobre o setor, exigindo redução de custos, pois o simples fato de que os gastos estão sendo monitorados já inibe excessos.

Custo da não-Qualidade: É o que tem maior relação com o SGQ. Cada não conformidade ocorrida deve ser mensurada financeiramente, considerando-se o gasto necessário para correção do problema.

Este gasto é o que custou aquela ocorrência para a Organização. Compare o custo das NC´s x Faturamento no mesmo Período (mensal, trimestral…).

Estes são apenas alguns exemplos, mas diversos outros podem ser estabelecidos de acordo com as características e necessidades da sua organização.

Mais sobre: custo, economia, financeiro
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários