Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

Veja o que não fazer na criação da logomarca de sua empresa.

Por | @jonathanlamimkt Marketing Digital
a) não tem ligação conceitual com o tipo de negócio que representa.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

Mantenha a ligação entre o símbolo e o que ele realmente representa. No caso do exemplo acima, ele deveria representar uma empresa de assessoria em cartórios, mas está representando mais uma funerária.

b) a assimilação não é imediata, não tem leitura.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

A imagem não representa, de imediato, uma transportadora, como deveria ser.

c) trabalho amador, primário.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

Não possui significado explícito, nem texto representativo.

d) excesso de elementos.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

Muitos elementos misturados sem identificar a sua representação.

e) número excessivo de linhas finas.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

A quantidade de linhas finas prejudica a visualização, compreensão e entendimento do símbolo.

f) falta de personalidade.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

À primeira impressão o símbolo não quer dizer nada, parecendo mais uma representação dos anéis de saturno.

g) símbolo rebatido ou girado, igual a outro já existente.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

A representação é como se fosse uma cópia de um símbolo já existente, causando impressão de falta de personalidade e até mesmo a assimilação errada, podendo o público ligar o símbolo criado com o da marca a mais tempo no mercado.

h) a fusão do símbolo com o logotipo faz com que os dois só possam ser utilizados juntos, em uma mesma posição.
Identidade Visual: O que não fazer na criação de um símbolo

O logotipo deixou de ser um elemento independente da identidade visual e passou a ser o complemento do símbolo, tornando o uso de um dependente do outro.

Chegamos ao final da nossa série sobre Identidade Visual, espero que esse estudo tenha sido útil. Em caso de dúvidas, dicas ou complementos a este conteúdo, envie um email para contato@jlamim.com.br ou deixe como comentário no artigo.

Grande abraço a todos e muito sucesso!

Mais sobre: identidade visual símbolos
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo