Há alguma uma opção mais barata para abrir PDFs?

Os textos digitais são onipresentes hoje. As tecnologias têm se refinado a ponto de oferecer cada vez mais canais e opções de telas com bons diferenciais de leitura.

Há alguma uma opção mais barata para abrir PDFs?

Os leitores digitais de livros e os tablets já são material de alfabetização de toda uma geração e celulares com telas dobráveis já são realidade, por exemplo.

Mas nem só de hardware vive o Homem. É preciso pensar no software que viabiliza nossa leitura desde os jornais diários até os relatórios de trabalho. O formato PDF é dos mais práticos existentes, condensando em documentos compactos textos e elementos gráficos de potencial alta qualidade.
A oferta de mercado de leitores de PDF é imensa. A marca que criou o formato PDF nos anos 1990 é a norte-americana Adobe. Justamente por isso, o leitor da Adobe, chamado Acrobat, é a referência principal quando se fala nesse tipo de arquivo.

No entanto, chama atenção a existência de programas emergentes, um deles, por exemplo, o PDFelement, desenvolvido pela chinesa Wondershare. Mas fica a dúvida: dá para substituir o programa-matriz do PDF?

Funcionalidades do PDF

As vantagens do formato PDF já foram abordadas brevemente neste artigo. Felizmente, elas são inflexíveis - não mudam de arquivo para arquivo.

Por outro lado, quando falamos em leitores de PDF, é preciso ficar atento aos utilitários presentes em produtos (leitores) desenvolvidos por cada marca. Podemos resumir como funcionalidades essenciais as seguintes:

  • Criar arquivos
  • Editar PDFs
  • Converter arquivos de texto em PDF
  • Revisar documentos
  • Formatar formulários
  • Assinar documentos
  • Trancar arquivos
  • Conversão de elementos escaneados em texto codificado (OCR)

Versatilidade & Preço

Versatilidade e preço

Se continuarmos a comparação com as ferramentas da Adobe, podemos relembrar as qualidades do produto dessa empresa. No entanto, o modelo de pagamentos dela é algo inflexível - paga-se uma mensalidade para utilizar uma conta unitária da Adobe, com direito a um número específico de serviços.

Nesse sentido, PDFelement traz maior flexibilidade ao consumidor. Há três perfis de cliente - padrão, profissional e empresarial. Levando em conta o modelo padrão ("Standard") como exemplo, as funcionalidades básicas para trabalhar com PDFs são proporcionadas a menos de um quarto do valor do pacote Adobe.

PDFElement

No caso de adesão à versão profissional do PDFelement ("Pro"), o pagamento do plano anual pode ser parcelado mês a mês e pode trazer desconto promocional. Adicionalmente, caso o assinante seja estudante, poderá pagar metade do valor original pelo mesmo serviço.

Conclusão

Seria irresponsável menosprezar a maestria da Adobe em oferecer excelentes serviços para exibir e manipular documentos PDF. Afinal de contas, o Acrobat é um programa ligado umbilicalmente ao formato PDF, e segue trazendo boas inovações. A versão para celular do programa é excelente e atualmente é possível até mesmo coletar assinaturas e monitorá-las em tempo real com o programa.

PDF Element

Porém, a chegada do competidor PDFelement é uma novidade muito bem-vinda. Além de trazer um preço inferior à assinatura da Adobe, ainda conta com as mesmas funcionalidades do Acrobat.

Adicionalmente, dá acesso ao Hipdf, que é uma versão online do PDFelement. Trata-se de uma novidade prática e em linha com os atuais programas de produção colaborativa e armazenamento em nuvem.
A escolha final, obviamente, sempre fica nas mãos do consumidor. Ele sabe o que é melhor para si. Mas essa breve análise permite concluir que PDFelement é mais barato que o Adobe Acrobat e não deixa devendo em qualidade.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário