Porque não vale a pena comprar um iPhone 11 nos EUA?

Se você estiver pensando em trazer um iPhone 11 dos Estados Unidos para usar no Brasil, tenha cuidado . Embora os valores na conversão do dóllar sejam muito vantajosos, o aparelho não é completamente compatível com nosso 4G.

Por Apple 6 comentários
Porque não vale a pena comprar um iPhone 11 nos EUA?

Um costume muito comum do brasileiro que viaja para os Estados Unidos é aproveitar e comprar um iPhone lá, pois como eles não tem nossa alta taxa de impostos, mesmo com a conversão do dólar não sendo das melhores, ainda sim sai muito mais barato do que comprar o iPhone nas lojas brasileiras. Porém, com o novo iPhone 11 é necessário ter um cuidado específico, os modelos vendidos lá não são completamente compatíveis com o nosso 4G.

A Apple confirmou que o modelo americano não é compatível com o 4G 700 MHz utilizado pelas operadoras brasileiras. Sendo assim, o iPhone 11 americano até funciona no 4G do Brasil, porém, a velocidade atingida na rede é inferior ao modelo de iPhone vendido no Brasil, ou em outros smartphones vendidos no Brasil (chineses também podem apresentar este problema).

No iPhone XS / XS Max e XR, o mesmo problema ocorria. Além dos novos iPhones, que incluem todos os modelos, os smartwatchs da Apple, mais conhecidos como Apple Watch Séries 5 também não funcionam na frequência de 700 MHz do 4G brasileiro.

Isso quer dizer que a sua internet em um modelo importados dos Estados Unidos será mais lenta, especialmente o 4G da Claro, Tim e Vivo, que usa a frequência de 700 MHz. Já quem é cliente da operadora Oi, não sentirá diferença, já que esta operadora ainda sofre com o impedimento da banda 28, quem impossibilita a Oi de fornecer a internet 4G mais rápida para seus clientes, como falamos neste artigo.

No Brasil, o iPhone 11 americano funciona apenas nas seguintes bandas e frequências:

  • Banda 1, 2.100 MHz;
  • Banda 3, 1.800 MHz;
  • Banda 5, 850 MHz;
  • Banda 7, 2.600 MHz.

Na prática, o que acontece é que o iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max, bem como o Apple Watch Séries 5, e os modelos lançados no ano passado, tem uma qualidade de internet menor em lugares com pouca cobertura ou maior nível de interferência. Dependendo dessas interferências, o 4G pode até mesmo não funcionar, fazendo você voltar aos tempos de 3G.

Preços do iPhone 11 no Brasil, Estados Unidos e Europa

Preços do iPhone 11 no Brasil, Estados Unidos e Europa

Se você é um cliente da Claro, Vivo ou Tim, e está acostumado com a alta velocidade de internet, quer comprar um iPhone 11, iPhone 11 Pro ou iPhone 11 Pro Max e não ter internet lenta, existem algumas alternativas. A primeira é obvia: Comprar um iPhone 11 no Brasil. Mas claro, para isso, terá que estar disposto a desembolsar uma pequena fortuna, além de ter que esperar o lançamento oficial do novo smartphone da Apple no Brasil.

Outra alternativa é buscar pelo modelo europeu, que é compatível com o 4G de 700 MHz brasileiro. Se for comprar um iPhone em Euros, saiba que talvez ainda compense os custos, pois por lá espera-se que o iPhone seja lançado em Portugal aos valores de 829€ para o modelo mais barato, que em conversão direta sai por cerca de R$ 3.725 pelo iPhone 11. O modelo iPhone 11 Pro sai por 1.179€, ou seja, R$ 5.300, e o modelo mais top iPhone 11 Pro Max custa 1.279€, que em conversão direta sai por cerca de R$ 5.750.

Nos Estados Unidos, os novos iPhones saem mais baratos no que na Europa. O iPhone 11 chega no dia 20 nos EUA custando a partir de US$ 699 (cerca de R$ 2.850). Já o iPhone 11 Pro parte dos US$ 999 (R$ 4.075) e o modelo mais top, o iPhone 11 Pro Max chega a partir de US$ 1.099 (R$ 4.485).

Resumindo:

iPhone 11 iPhone 11 Pro iPhone 11 Pro Max
Dólar (conversão em Real) R$ 2.850 R$ 4.075 R$ 4.485
Euro (conversão em Real) R$ 3.725 R$ 5.300 R$ 5.750
Real (preço do ano passado) R$ 5.199 R$ 7.299 R$ 7.999

* Embora a Apple ainda não tenha anunciado os valores oficiais para a linha iPhone 11 no Brasil, levamos em consideração os valores em Reais baseados nos preços de lançamento do iPhone XR, XS e XS Max no ano passado, já que nos Estados Unidos, a Apple manteve o preço de lançamento neste ano, em comparação ao ano passado.

Como você pode perceber na tabela acima, comprar nos Estados Unidos é mais vantajoso do que comprar na Europa, porém, com o empecilho da incompatibilidade completa com o nosso 4G brasileiro, talvez seja uma boa comprar na Europa.

Preço do Apple Watch Séries 5 nos Estados Unidos e Europa

Apple Watch Séries 5

Assim como a nova linha de iPhones 11 lançadas neste ano, a Apple lançou seu novo smartwatch com os mesmos valores de lançamento da geração anterior, o Apple Watch Séries 4. E assim como os smartphones, o relógio inteligente passa pelo mesmo problema quando se trata da conectividade com o 4G brasileiro.

Mas também neste caso, o modelo europeu será compatível com nossa internet 4G. Vamos a comparação de valores para termos uma ideia se vale a pena importar dos Estados Unidos, da Europa, ou comprar por aqui mesmo.

O Apple Watch Séries 5 na versão 4G e GPS chega nos Estados Unidos custando US$ 399. Já na Europa, o Apple Watch Séries 5 pode ser adquirido por 459,00 €. Confira essa comparação em reais, logo abaixo:

Apple Watch Séries 5 4G GPS
Dolar (conversão em Real) R$ 1630
Euro (conversão em Real) R$ 2060
* Real (preço do ano passado) R$ 3999


* Preço de lançamento do Apple Watch Séries 4 no Brasil.

Como você pode ver, tanto no caso do novo iPhone quanto do Apple Watch, embora a conversão em Euros pode sair um pouco mais salgada do que a conversão em Dolar, ainda sai mais em conta do que comprar no Brasil. Além disso, comprando na Europa, é certo que os aparelhos irão funcionar com nossa internet 4G na sua versão mais rápida.

Leia também: Opinião: Porque a câmera do novo iPhone 11 é tão feia?. Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários