Apple anuncia rendimentos trimestrais: receita arrecadada por wearables subiu 50%

Números comparados com o mesmo período de 2018. Enquanto à venda de wearables apresentou um aumento, as de iPhones caíram. Mesmo assim, a maçã está otimista com o restante de 2019.

Por Apple Pular para comentários
Apple anuncia rendimentos trimestrais: receita arrecadada por wearables subiu 50%

A Apple anunciou seu rendimento do terceiro trimestre de 2019 nesta quarta-feira (30). Segundo a maçã, a receita de serviços atingiu um novo recorde. 

Encerrado em 29 de junho de 2019, a receita total do terceiro trimestre do ano foi de U$53,8 bilhões, aumentando 1% em relação ao mesmo período do ano anterior. Por outro lado, houve uma queda de 7% nas ações da empresa.

"Este foi nosso melhor trimestre do mês de junho de todos os tempos" disse Tim Cook, CEO da Apple. Segundo ele, essa conquista foi impulsionada pela receita recorde dos Serviços, o crescimento de Wereables, o forte desempenho do iPad e Mac, além de melhoras significativas nas tendências do iPhone

iPhones tiveram uma queda nas vendas em comparação ao mesmo trimestre do ano passado.iPhones tiveram uma queda nas vendas em comparação ao mesmo trimestre do ano passado.

Apesar de mencionar o iPhone, tudo indica que o principal produto da maçã não ajudou muito neste terceiro trimestre. A receita arrecadada pelas vendas do aparelho ficou na casa de US$26 bilhões, menos do que os US$29 bilhões do ano passado. 

Em comparação, à venda dos Macs e iPads aumentou consideravelmente. Essas duas áreas conseguiram arrecadar US$5,8 bilhões e US$5,02 bilhões respectivamente, enquanto no ano anterior esse valor era de US$5,3 e US$4,7 bilhões. Mas, o mais chocante foi o crescimento dos wereables da maçã.

Wearables da maçã se destacaram com um crescimento de 50% nas vendas.Wearables da maçã se destacaram com um crescimento de 50% nas vendas.

Esse setor abrange os Apple Watches, AirPods, Beats, entre outros, e apresentou um crescimento de aproximadamente 50% em comparação ao mesmo período do ano passado, arrecadando o total de US$5 bilhões. 

Por fim, o setor de Serviços, destacada pela maçã, também teve um desempenho bastante favorável: US$11,46 bilhões de dólares, enquanto em 2018 esse número era de US$10,18 bilhões.

A maçã está otimista quanto ao desempenho da empresa no restante do ano. Realmente, com o lançamento do iPhone 11 e de diversas outras novidades previsto para setembro, é de se esperar que as vendas da Apple disparem.

Fonte: Apple

Compartilhe com seus amigos:
Andressa Isfer
Andressa Isfer Jornalista, amante de séries, filmes, livros e games. Curiosa e sempre pronta para novos desafios.
TWITTER: @andressaisfer
Quer conversar com o(a) Andressa, comente:
Minha foto
    Últimas notícias de Apple