Oficina da Net Logo

Apple deve atualizar software do iPhone para poder comercializar na China

A Apple, conforme descoberta recente, infringia duas patentes da Qualcomm na China.

Por | @oficinadanet Apple Pular para comentários

A Apple diz ter encontrado um meio para poder comercializar os seus iPhones na China, que foram proibidos recentemente. Através de um comunicado à Reuters, a empresa disse que irá lançar uma atualização de software “no início da próxima semana”, que pode ser  da “pequena funcionalidade das duas patentes em questão no caso”. Com isso, se os tribunais concordarem, a atualização irá permitir que a Apple pode continuar vendendo os iPhones afetados pela proibição, que incluem o iPhone 6S, 6S Plus, 7, 7 Plus, 8, 8 Plus e X.

A Apple, conforme descoberta recente, infringia duas patentes da Qualcomm na China, que estavam relacionadas ao redimensionamento de imagens e ao gerenciamento de aplicativos. A Apple, quando teve a proibição anunciada pela primeira vez, disse que à CNBC que o iOS 12, versão mais recente do seu software, não infringe tais patentes.

Apple deve atualizar software do iPhone para poder comercializar na China.Apple deve atualizar software do iPhone para poder comercializar na China.

Assim, caso seja verdade, a emissão de uma atualização para forçar os modelos de iPhone afetados a serem atualizados para o iOD 12 pode ser o suficiente para reverter o problema. A Apple entrou com pedido de reconsideração na China sobre a proibição. Leia em destaque: Vale a pena trocar seu iPhone X pelo iPhone XS, iPhone XS MAX ou iPhone XR?.

A atualização não deverá encerrara disputa em relação a Qualcomm, em que a Apple diz desejar um acordo. A Qualcomm, nesta semana, solicitou uma liminar para proibir as vendas do iPhone XS e XR, os modelos mais recentes da Apple vendidos com o iOS 12, justamente a versão que a Apple alega não infringir as patentes.

Esta não é a primeira vez que Apple e Qualcomm se encontram nos tribunais. A Qualcomm acusou, em outra ocasião, da Apple ter roubado seu código-fonte e compartilhado com a rival Intel. Já, a Apple disse que a Qualcomm sofreu uma sobrecarga drástica pelo uso de suas patentes.

No caso atual, a Qualcomm não deverá aceitar apenas uma correção de software, muito provavelmente os tribunais chineses terão a decisão.

Fonte: The Verge 

Próxima notícia »
Comentários
Carregar comentários