Oficina da Net Logo

Tim Cook deve depor em caso da Qualcomm contra Apple

De acordo com Mark Gurman, da Bloomberg, Cook foi acionado para depor em um julgamento que a Qualcomm afirma que a Maçã mentiu para os órgãos reguladores.

Por | @oficinadanet Apple

A Qualcomm e a Apple já são velhas conhecidas nos tribunais, em processos que envolvem infrações de patentes e cópia de funcionalidades em seus aparelhos.

Agora, porém, ao que tudo indica, o caso ficou ainda mais sério, já que Tim Cook, CEO da Apple, terá que depor em julgamento por causa da briga entre as duas empresas.

Guerra sem fim! Apple e Qualcomm não conseguem entrar em acordo nem para escolher a data de julgamento que envolve ambas companhias.Guerra sem fim! Apple e Qualcomm não conseguem entrar em acordo nem para escolher a data de julgamento que envolve ambas companhias.

Leia também:

De acordo com Mark Gurman, da Bloomberg, Cook foi acionado para depor em um julgamento que a Qualcomm afirma que a Maçã mentiu para os órgãos reguladores, fazendo com que ele iniciassem um processo investigatório contra a empresa. Por essa razão, a justiça dos Estados Unidos solicitou que Tim Cook fosse ao banco dos réus para explicar o que realmente está ocorrendo.

Tim Cook terá que prestar esclarecimentos sobre suposta mentira envolvendo a Qualcomm.Tim Cook terá que prestar esclarecimentos sobre suposta mentira envolvendo a Qualcomm.

Ainda não há uma data para o julgamento. Inicialmente, ele estava marcado para ocorrer antes de 11 de maio, mas como a Apple e Qualcomm não entraram em acordo para escolher a data, a audiência acabou sendo adiada.

Ao que tudo indica, o depoimento de Cook deverá acontecer internamente, ou seja, de portas fechadas. Com isso, nenhuma informação deverá ser repassada para a imprensa.

Em relação a briga entre as empresas, vale mencionar que a Apple e Qualcomm trabalhavam juntas em outras épocas. Porém, tudo mudou quando a Apple abriu um processo na justiça americana acusando a Qualcomm de monopolizar o mercado de chips 3G e 4G.

A partir do fato, ambas companhias começaram a fazer várias acusações umas as outras, incluindo cópias de patentes e até acusações de possíveis mentiras para prejudicar uma a outra.

Até então, as duas companhias não conseguiram entrar em um acordo e a briga judicial segue sem prazo de acabar.

SHARE
+ Notícias
Assine a nossa newsletter
Comentários