Oficina da Net Logo

Apple oferece ajuda ao FBI para desbloquear iPhone de atirador do Texas

Maçã disse que irá colaborar com FBI para descriptografar aparelho de atirador do Texas.

Por | @oficinadanet Apple Pular para comentários

O FBI, na última terça-feira (7), disse através de seu agente especial Christopher Combs, não ter conseguido acessar os dados do iPhone do atirador que acabou com a vida de 26 pessoas em uma igreja na cidade de Sutherland Springs, no Texas. Agora, a Apple ofereceu ajuda para descriptografar o aparelho.

A Maçã teria aceitado em dar suporte após ver a coletiva de imprensa que revelou a tentativa dos investigadores em desbloquear o smartphone.

Apple oferece ajuda ao FBI para desbloquear iPhone de atirador do Texas.Apple oferece ajuda ao FBI para desbloquear iPhone de atirador do Texas.

Leia também: Leia em destaque: Vale a pena trocar seu iPhone X pelo iPhone XS, iPhone XS MAX ou iPhone XR?.

“Em um comunicado divulgado pela gigante de Cupertino à imprensa, ela diz que “imediatamente chegou ao FBI após saber da sua coletiva de imprensa na terça-feira que os investigadores estavam tentando acessar o celular”. A Apple disse que ofereceu assistência e até prometeu “acelerar [a sua] resposta a qualquer processo legal”. Ela mencionou também que “trabalha com a aplicação da lei todos os dias” e “oferece treinamento a milhares de agentes para que eles entendam [seus] dispositivos e como eles podem rapidamente solicitar informação da Apple.”

Através de sua conta no Twitter, o jornalista John Paczkowski reforçou que o FBI em nenhum momento solicitou ajuda da Apple. Assim, a vontade partiu da própria companhia da Maçã em colaborar.

Vale mencionar que questões envolvendo quebra de sigilo dos smartphones da Apple com o FBI não é recente. No ano passado, após uma negativa da Apple, o FBI conseguiu um meio de desbloquear o aparelho de um dos atiradores de San Bernardino.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #apple  #iphone  #fbi
Comentários