Médico identifica o próprio câncer com auxílio de iPhone

O Apple Watch já é capaz de detectar com quase 100% de precisão algum problema cardíaco.

Por | @oficinadanet Apple

Várias empresas, cada vez mais, investem em tecnologias que ajudam na saúde de seus usuários. A Apple é uma delas, por exemplo. O Apple Watch já é capaz de detectar com quase 100% de precisão algum problema cardíaco. A novidade da vez, portanto, é o ultrassom.

John Martin, cirurgião vascular, diagnosticou um câncer em si mesmo através de um ultrassom portátil que pode ser conectado ao iPhone chamado de Butterfly IQ. A descoberta foi feita após ele sentir um desconforto na garganta e resolveu investigar a origem do problema.

Médico identifica o próprio câncer com auxílio de iPhone.Médico identifica o próprio câncer com auxílio de iPhone.

Leia também:

O médico, ao verificar as imagens percebeu uma massa anormal em sua garganta que não deveria estar por lá. Mesmo sem ser um especialista em câncer, ele sabia que isso não era normal. O tumor, ao que tudo indica, foi detectado na fase inicial, sendo que irá facilitar o tratamento.

A empresa responsável pelo IQ, a startup Butterfly Networks,  espera que o dispositivo possa estar disponível para mais pessoas, e não somente para médicos.

Martin, mesmo com uma notícia nada agradável, mostrou que o dispositivo é bastante eficaz, e ainda demonstra empolgação quanto ao futuro do aparelho.

“Olhar para o dispositivo apenas como um ultrassom é como olhar um iPhone e dizer que ele apenas telefona. Se você consegue interpretar o que está dentro do seu corpo, todo mundo pode usar, todos podem interpretar, e isso o torna muito mais do que apenas um aparelho de ultrassom.”

Vale mencionar que o Butterfly IQ irá chegar ao mercado norte americano em 2018 e custará menos de US$ 2.000.

Mais sobre: apple ultrassom applewatch
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo