Oficina da Net Logo

Banda larga fixa registra aumento de 2,49 milhões de contratos em 12 meses

As três maiores operadoras nacionais de banda larga fixa detêm juntas 23,02 milhões de contratos ativos.

Por | @fsbeling Anatel Pular para comentários

De acordo com os dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em setembro deste ano, o serviço de banda larga fixa totalizou 30,73 milhões de contratos ativos no Brasil. Em 12 meses, foram ativados mais 2,49 milhões de acessos de banda larga fixa (+8,80%). Em comparação entre setembro de 2018 e agosto de 2018, houve variação de mais 78,63 mil contratos (+0,26%).

As três maiores operadoras nacionais de banda larga fixa detêm juntas 23,02 milhões de contratos ativos (74,91% do mercado) em setembro de 2018, são elas:

  • Claro, 9,28 milhões de contratos (30,20%)
  • Vivo, 7,60 milhões (24,73%)
  • Oi, 6,14 milhões (19,98%). 

Somente a Claro apresentou crescimento nos últimos 12 mesesSomente a Claro apresentou crescimento nos últimos 12 meses

Apenas a Claro apresentou crescimento nos últimos 12 meses, mais 515,68 mil acessos (+5,88%). A Oi registrou redução de 234,01 mil contratos (-3,67%) e a Vivo menos 11,43 mil (-0,15%).

As principais tecnologias utilizadas para a transmissão de dados banda larga no Brasil são a xDSL, que utiliza a estrutura da telefonia fixa, com 12,55 milhões de acessos (40,83% do mercado) em setembro de 2018, seguida pelo modem a cabo (relacionadas às prestadoras de TV por Assinatura), com 9,36 milhões de acessos (30,46%), e pela fibra ótica, com 4,96 milhões (16,13%).

A tecnologia que apresentou o maior crescimento foi o provimento de dados via satélite, mais 92,28 mil contratos ativos em 12 meses (+114,34%). Essa tecnologia representa apenas 173,00 mil assinantes (0,56% do mercado). A fibra ótica apresentou crescimento de mais 2,28 milhões de contratos ativos no período (+85,45%) e o modem a cabo mais 550,87 mil (+6,25%). A tecnologia xDSL teve redução de 704,48 mil (-5,32%).

 
Estados e Distrito Federal


Com exceção do estado de Roraima, menos 772 contratos ativos em doze meses (-2,06%), todos os outros estados brasileiros apresentaram crescimento. Os maiores aumentos foram registrados no Maranhão, mais 48,74 mil contratos (+22,20%), Paraíba, mais 51,44 mil (+18,08%), Ceará, mais 108,23 mil (+15,51%), Pará, mais 51,62 mil (+15,37%), e Paraná, mais 277,20 mil (+14,08%).

O maior mercado de banda larga fixa do país, o estado de São Paulo, com 10,34 milhões de acessos (33,65% do total) registrou nos últimos 12 meses crescimento de 465,06 mil contratos (+4,71%). O Rio de Janeiro com um mercado de 3,31 milhões de contratos (10,79%) registrou aumento de 218,35 mil (+7,05%) e Minas Gerais com 3,19 milhões (10,38%) mais 384,08 mil contratos (+13,69%). Leia em destaque: .

 

MAIS SOBRE: #bansa larga  #anatel  #contratos  #operadoras
Comentários
Carregar comentários