Xiaomi lança luz automática inteligente por R$ 28,60

O aparelho luminoso se adapta à iluminação natural e então se ajusta de acordo para manter um equilíbrio luminoso no ambiente.

Por Xiaomi Pular para comentários
Xiaomi Mijia Smart Light - Imagem: Divulgação
Xiaomi Mijia Smart Light - Imagem: Divulgação

A gigante chinesa de tecnologia, a Xiaomi, já tem em seu catálogo diversas luzes para residências da sua submarca Mijia, mas agora a empresa lançou uma nova luz automática inteligente por cerca de US$ 7, ou R$ 28,60.

O diferencial que nomeia o conjunto luminoso como inteligente é a capacidade de detectar a iluminação natural ambiente e então se ajustar automaticamente para diversas condições luminosas. Ou seja, a lâmpada aumenta ou diminui sua intensidade dependendo das condições de luz natural do ambiente, se intensificando a noite e se abrandando durante o dia.

É possível, porém, customizar os intervalos de ajustes luminosos através do aplicativo da Mijia. Isso significa que se pode definir uma determinada condição luminosa para a lâmpada então se ajustar de acordo. Por exemplo, ao entardecer chega um ponto (que pode ser definido) que a lâmpada começará a aumentar a intensidade de luz para balancear o ambiente, isso até o anoitecer. O mesmo processo ocorre ao amanhecer.

O sensor de luz Mijia utiliza sensores de precisão Texas, enquanto os cascos envolta da lâmpada são feitos de materiais resistentes a raios UV, retendo a sua cor mesmo sob muita exposição solar. Também são conjuntos resistentes à condições adversas de clima, ou seja, chuva e temperaturas muito altas. Suportam três tipos de instalação, penduradas, instaladas convencionalmente ou ainda por magnetismo.

Se trata de mais um produto doméstico da Xiaomi cujo objetivo é trazer mais comodidade e um constante balanço luminoso nos ambientes em que são instaladas, tanto internamente ou externamente

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários