Oficina da Net Logo

Xiaomi Mi 7 poderá ter seu próprio Face ID e abrir mão do sensor de digitais

Será que a Xiaomi pode virar a mesa e conseguir que seu reconhecimento facial supere o Face ID do iPhone X.

Por | @viniischulz Xiaomi

O Face ID apesar de muitas vezes não ser preciso ou até mesmo lento, chamou muito a atenção do mercado desde seu lançamento, levando o reconhecimento facial a outro nível. Tanto que outras empresas já pensam em trazer esta tecnologia para seus smartphones. A Xiaomi é uma delas, e está inclusive pensando em abrir mão do sensor de digitais, para o Mi 7, permanecendo apenas com a tecnologia de reconhecimento facial para o seu gadget.

Rumores trazidos pelo site MyDrivres, apontam que a Xiaomi não seria a única a cogitar a adoção do reconhecimento facial em seus aparelhos, Huawei, OPPO e outras fabricantes chinesas também estariam cogitando a tecnologia 3D, porém apenas a Xiaomi estaria tomando a postura de abdicar do sensor de digitais.

Será que reconhecimento facial da Xiaomi vai superar o Face ID?Será que reconhecimento facial da Xiaomi vai superar o Face ID?

Essa é uma aposta de alto risco, caso realmente seja levada adiante pela Xiaomi, apesar de o recurso de reconhecimento facial, torne a experiência de desbloquear o aparelho mais fácil, remover recursos normalmente leva a resultados muito não positivos, a prova disso são as fabricantes que resolveram remover as entradas 3,5mm para fone de ouvido de seus aparelhos.

O reconhecimento facial é uma tecnologia que ainda precisa ser aprimorada, levando algum tempo até que esteja totalmente otimizada, até mesmo fabricantes como a Samsung, que trabalha em desbloqueio por reconhecimento de íris, ainda está tentando aprimorar sua tecnologia, com o objetivo de tornar o reconhecimento mais rápido e preciso. Portanto, a menos que a Xiaomi já tenha algo mais avançado até mesmo que o próprio Face ID, esta iniciativa pode acabar sendo um tiro no pé, já que sem um método de destrave rápido e confiável, seus aparelhos podem deixar de agradar ao público.

Enfim, ainda são especulações, o que podemos fazer é aguardar até que anúncios oficiais sejam realizados e torcer para que a Xiaomi não abdique do sensor de digitais, ou caso abra mão, a tecnologia de reconhecimento facial 3D seja realmente surpreendente.

COMPARTILHE
Comentários