Oficina da Net Logo

Uber Cash chega ao Brasil e oferece alternativa para pagar corrida no aplicativo

A carteira eletrônica da empresa funcionará como uma alternativa para os pagamentos no próprio serviço.

Por | @oficinadanet Uber Pular para comentários

O Uber confirmou finalmente a chegada do serviço Uber Cash no Brasil. A carteira eletrônica da empresa funcionará como uma alternativa para os pagamentos no próprio serviço. Porém, a ideia da Uber pode ser expandir o negócio e entrar no mercado de novas tecnologias no âmbito financeiro. O Brasil tem sido um expoente de fintechs e pode ser o cenário ideal para testes de novas tecnologias da gigante empresa norte-americana.

O Uber Cash foi lançado nos Estados Unidos em setembro, e nasceu com a vontade da empresa em facilitar a forma de pagar as viagens realizadas dentro do aplicativo. A ideia funciona como uma conta digital com serviço pré-pago. Com ela é possível inserir um valor na conta, seja com boleto ou cartão, e ir utilizando o crédito para pagar viagens com a Uber. Dessa forma, o controle de gastos e uma negociação mais direta com a empresa facilitaria todo o processo.

Uber CashUber Cash

Com esse novo serviço, a Uber foge de burocracias de pagamentos com cartões de certos bancos, ou então a dependência que possui com o PayPal, uma das poucas formas de pagamento online aceito pela empresa. A ideia é transferir o cuidado com o dinheiro do usuário, assim como a forma de pagamento, de empresas terceiras para a própria Uber. Um ponto positivo para quem busca facilidades e menos burocracia. Leia em destaque: Quem tem culpa? Polícia divulga vídeo do acidente fatal que envolveu carro autônomo da Uber .

No Brasil, o serviço do Uber Cash não demorou a estrear, chegou poucas semanas após o lançamento nos Estados Unidos. E existem dois motivos para isso. O primeiro é a importância do país para o Uber. Segundo dados divulgados pela própria empresa, o Brasil possui mais de 20 milhões de usuários, com cerca de 500 mil motoristas cadastrados. Além disso, São Paulo é atualmente a cidade com mais viagens de uber no mundo.

O segundo motivo é o mercado de novas tecnologias do mercado financeiro, as conhecidas fintechs, no Brasil. Atualmente, o país vive uma febre de novas empresas buscando facilitar o cotidiano de finanças do brasileiro. A ideia de fugir das grandes taxas e dos juros altos dos bancos nacionais é algo que mudou o mercado de startups no país.

Uber vai encontrar fortes concorrentes no mercado

A criação da NuBank, empresa que começou com um cartão de crédito e hoje possui até uma conta digital, fez o mercado financeiro mudar de pensamento quanto ao futuro. A empresa vale mais de US$ 1 bilhão e é um sucesso no país. Por conta disso, outras empresas vieram ou surgiram para se aproveitar do potencial. O Uber deve enfrentar essa concorrência de cartões e pagamentos online, caso a empresa esteja decidida em expandir o negócio.

Um dos rivais da Uber seria outra empresa com valor de mercado acima do U$ 1 bilhão. A PagSeguro, que pertence Grupo Folha, é uma empresa de pagamentos online e muito utilizada para assinatura de jornais, como a Folha de São Paulo, e outros portais da internet. A Pagar.me iniciou atividades em 2014 e ainda está em começo de negócio. No entanto, já é uma forma de pagamento em algumas lojas onlines, como a popular rede Magazine Luiza. Além disso, recentemente, a ecoPayz também chegou ao país para o mercado de pagamentos. A empresa está presente em alguns sites de jogos online, como o popular World of Warcraft, ou mesmo de jogos clássicos, como na Betway Casino, junto com outras formas de pagamento tradicionais como cartão de débito ou crédito. Porém, o maior rival da empresa ainda deve ser o PayPal. A gigante norte-americana é usada como forma de pagamento em diferentes portais e aplicativos, como o iFood e o próprio Uber. Por isso, a empresa de transportes privados teria dificuldade em encontrar espaço no setor.

Porém, até o momento, a ideia da Uber é utilizar o Uber Cash apenas dentro do próprio aplicativo. Uma das formas de chamar atenção para o lançamento são os 5% de desconto no momento de recarga. Assim, se a pessoa coloca R$ 100, a conta automaticamente carrega mais R$ 5. A ideia do serviço é semelhante com a Starbucks Card, em que o cliente pode recarregar o cartão e gastar o saldo nas lojas de café espalhadas pelo país. Segundo a empresa de restaurantes e café, a iniciativa foi um sucesso de marketing e vendas. Outro com serviço igual é o MercadoPago, que assim com a Uber, oferece a opção de pagamento próprio nas compras realizadas dentro do Mercado Livre.

Regulamentação ainda é preocupação para o Uber no Brasil

Apesar da crise e os confrontos físicos com taxistas terem cessado no país, a regulamentação do Uber ainda é uma disputa que deve demorar muito a ser resolvida. Ainda em setembro, a Câmara dos Deputados autorizou que carros de aplicativos como a Uber estão isentos de usar placa vermelha. No entanto, vão precisar de regulamentação nos municípios. Agora, a lei que regulamenta o aplicativo segue para a decisão e assinatura de Michel Temer, que pode recusar, autorizar com mudanças ou autorizar completamente.

Com isso, o país segue no caminho para que a situação da Uber no país seja mais clara. Apesar disso, é provável que muitas situações ainda ocorram, já que existem muitas disputas entre pessoas a favor e contra o aplicativo. Por isso, a maior preocupação hoje ainda é que o aplicativo consiga mais liberdade para atuar pelo país. Enquanto isso, as cidades pedem uma maior transparência nos dados que a empresa possui, seja no controle de dados que tem dos clientes ou então de coletas sobre localizações e pontos de maior necessidade de transporte. Uma disputa de dois lados importantes. O serviço de Uber Cash acaba sendo apenas uma ideia a ser experimentada.

MAIS SOBRE: #uber  #uber cash  #apps  #brasil
Comentários
Carregar comentários
  • PARTICIPE DA NEWSLETTER

    As novidades de tech no seu
    e-mail, inscreva-se grátis ;)