Uber suspende testes com veículos sem motorista após morte por atropelamento

Carro autônomo causou primeira morte por atropelamento em Tempe, Arizona.

Por Uber Pular para comentários
Uber suspende testes com veículos sem motorista após morte por atropelamento

Nesta segunda, 19, a polícia informou a morte de uma mulher que foi atropelada em Tempe no estado do Arizona, Estados Unidos. O acidente foi causado por um carro autônomo operado pela Uber. Esta é a primeira morte de um pedestre atingido por um carro autoguiado, em via pública.

Tudo ocorreu durante a noite de domingo (18) para segunda. O carro estava andando em modo autônomo, mas continha um motorista no volante para segurança. A polícia explicou em um comunicado que a mulher foi atingida ao atravessar a rua fora do cruzamento.

A polícia de Tempe ainda disse que o veículo viajava para o norte ao que a mulher atravessou a estrada caminhando fora do cruzamento de oeste a leste, até que foi atingida pelo carro da Uber.

A Uber cooperou plenamente com as autoridades, e decidiu suspender os testes com veículos autoguiados no Estados Unidos e Canadá. A empresa também prestou condolências em uma rede social.

Carro da Uber com capacidade para andar no modo autônomo.
Carro da Uber com capacidade para andar no modo autônomo.

O carro utilizado no momento do acidente era um Volvo XC90, modelo que a empresa resolveu comprar 24 mil unidades em novembro de 2017 para entrar em uso de 2019 a 2021, mas já estavam sendo testados 100 unidades do SUV.

No momento, o atropelamento está sendo investigado pela National Highway Traffic Safety Administration e pela National Transportation Safety, responsáveis pela segurança do trânsito nos Estados Unidos.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários