Telegram deverá lançar carteira digital e criptomoeda própria

O TON deverá ser financiado com uma oferta inicial de tokens (ICO).

Por | @oficinadanet Telegram

Um dos assuntos mais comentados durante o ano passado no mundo tecnológico foi as criptomoedas, tudo isso em razão do seu grande crescimento. As recentes notícias mostram que alguns países pretendem usar moedas virtuais de modo oficial, outros, no entanto, querem criar as suas próprias moedas.

Outra novidade envolve o Telegram, aplicativo de mensagens bastante usado, e as moedas virtuais. De acordo com documentos vazados e pulicado no TechCrunch, a empresa desenvolvedora estaria planejando lançar a Telegram Open Network (TON), um projeto baseado em blockchain, que poderá processar pagamentos com criptomoeda nativa “Gram”.

Telegram deverá lançar carteira digital e criptomoeda própria.Telegram deverá lançar carteira digital e criptomoeda própria.

Leia também:

O TON deverá ser financiado com uma oferta inicial de tokens (ICO), que é semelhante à oferta inicial de ações (IPO) que ocorre na bolsa de valores. A grande diferença é que em vez de fazer um ICO com outras criptomoedas como bitcoins, o Telegram irá receber moedas tradicionais dos investidores.

Os usuários do TON poderão contar com uma carteira virtual que terá a capacidade de armazenamento tanto de moedas tradicionais, bem como da criptomoeda Gram.

A reserva de moedas poderá chegar a 200 milhões de Grams, 4% delas serão mantidas com a equipe de desenvolvimento do Telegram até quatro anos. Já 52% dos Grams serão retidos para a proteção da criptomoeda contra especulações e ainda para conseguir manter a flexibilidade.

Os investidores poderão comprar os demais 44%, sendo que a arrecadação inicial deverá arrecadar até US$ 500 milhões dos primeiros compradores do Gram.

Novos detalhes deverão ser revelados na próxima semana e a carteira deve ser disponibilizada no quarto trimestre de 2018.

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
Assine a nossa newsletter

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Comentários