Raspberry Pi Zero é utilizado por fabricantes de ventiladores pulmonares para tratamento de Coronavirus

Recentemente houve um grande aumento no número de pedidos do pequeno Raspberry Pi Zero. O motivo foi os fabricantes de ventiladores pulmonares estarem precisando de algo para controlar seus dispositivos.

Ventilador nasal para tratamento de Coronavirus. Fonte: Reuters  (Foto Reuters)
Ventilador nasal para tratamento de Coronavirus. Fonte: Reuters (Foto Reuters)

O Raspberry Pi veio para provar que realmente serve para diversas utilidades em diferentes campos do saber. A mais recente utilização de sua capacidade foi contra o Coronavirus (COVID-19), onde os fabricantes de ventiladores pulmonares estão utilizando o modelo Raspberry Pi Zero, que custa apenas US$5, para alimentar os aparelhos. Segundo a Raspberry Pi Foundation, a demanda por Raspberry Pi aumentou consideravelmente nas últimas semanas, pois muitos estão utilizando computadores baratos para tarefas passadas por aulas a distância, além de projetos de makers (que utilizam impressora 3D para criar) em casa.

Com a produção de ventiladores pulmonares aumentando consideravelmente, os fabricantes necessitam de painéis de controle para implementar nos dispositivos. Exemplo disso foi a recente solicitação à Intel, para que fosse produzido 20 mil processadores Broadwell para atender às demandas de empresas médicas. Neste caso a Raspberry Pi Foundation está sendo muito útil, pois sua capacidade de fabricação em pouco tempo é grande, colaborando assim para a urgência das peças para ajudar a salvar vidas.

De acordo com Eben Upton, CEO e fundador da Raspberry Pi Foundation:

"Um dos principais desafios da fabricação rápida de produtos como esse é que você pode aumentar a produção dos elementos de tratamento de ar, mas ainda precisa fornecer o elemento de controle: geralmente os componentes de que você precisa estão em 20 semanas os prazos de entrega e (esperançosamente) estaremos fora do outro lado dessa pandemia até então. O Raspberry Pi 'constrói para estocagem' em vez de` `sob encomenda '', por isso geralmente temos produtos à mão ou em andamento com prazos de entrega curtos."

Geralmente a Raspberry Pi Foundation costuma ter um estoque para cada modelo, mas desta vez não foi o que aconteceu

Geralmente a empresa costuma manter um estoque de cada modelo de Raspberry Pi, porem a companhia acabou tendo a escassez do Pi Zero por conta da alta demanda e a vontade de manter estoque para os fabricantes de ventiladores pulmonares. Segundo Eben, sua organização chegou a produzir 192 mil unidades da linha Zero (Pi Zero e Zero W) no primeiro trimestre deste ano, mas possui planos para aumentar este número para 250 mil.

Sobre o Raspberry Pi Zero

Este modelo desenvolvido pela Raspberry Pi Foundation possui um hardware com menos capacidade que seus irmãos. Sua configuração consiste em um processador Broadcom BCM2835 de 1 GHz, com um único núcleo, trabalhando em conjunto com 512MP de memória RAM. Para efeito de comparação, o Raspberry Pi 4 B possui uma CPU quad-core e 2GB de memória RAM. Eben acredita que as empresas de equipamentos médicos estão optando pelo modelo menos "potente" devido à baixa necessidade de poder de processamento além do tamanho da placa ser consideravelmente menor.

O que achou desta utilização para o Raspberry Pi? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário