Telescópio solar de alta resolução revela imagens incríveis do Sol

Foi revelado recentemente imagens incríveis do sol geradas através do telescópio solar Daniel K. Inouye, no Havai. Confira os detalhes do estudo!

Por Tecnologia Pular para comentários
Fonte: NSO/AURA/NSF
Fonte: NSO/AURA/NSF

Recentemente foi revelado a primeira foto em alta resolução do telescópio solar Daniel K. Inouye, localizado no Havaí. Mesmo sendo a estrela mais próxima do nosso planeta, o Sol ainda possui muitos mistérios. O seu comportamento que provoca alterações no clima da Terra, provou ainda ser difícil de compreender e na tentativa de desvendar o que há por de trás do seu funcionamento, existem telescópios como o mencionado, para monitorar a sua atividade.

O telescópio solar Daniel K. Inouye é capaz de gerar imagens do campo magnético do Sol com o máximo de detalhes possível

Um dos principais objetivos do telescópio solar Daniel K. Inouye, é gerar imagens do campo magnético do Sol com o máximo de detalhes possível e com isso gerar dados para diversas aplicações. O presidente da Associação de Universidades de Pesquisa em Astronomia, responsável pelo gerenciamento do telescópio, diz:

"Na Terra, podemos prever se choverá com muita precisão em qualquer lugar do mundo com muita precisão e o clima espacial ainda não existe"

O telescópio solar localizado em Haleakala, Maui, no Havaí, possui um espelho de 4 metros, o maior já feito até hoje para o propósito. Para ser possível funcionar de maneira estável, sem superaquecimentos, há um sistema de resfriamento avançado. Lentes removem as distorções da atmosfera, com um controle de temperatura ao redor do domo sendo feito por um componente chamado "heat stop" (parada de calor, para filtrar o excesso de energia acumulada.

A imagem gerada nos mostra gases circulando ao redor do sol. A geração de calor leva o gás para a superfície no centro de cada célula e depois espalha e desce para as linhas escuras. Cada célula possui aproximadamente o tamanho do estado do Texas, segundo o National Solar Observatory.

A imagem gerada não será utilizada para fins científicos. Por enquanto, a equipe do telescópio solar está realizando a calibração do telescópio para aí sim utilizá-lo nos próximos meses. O objetivo é que os dados gerados pelo telescópio havaiano sejam cruzados com os do Parker Solar Probe da NASA e o European Space Agency/NASA Solar Orbiter, para que seja obtido uma imagem mais completa para analisarmos como o Sol funciona.

Fonte: Gizmodo, aura-astronomy

Comentários:
Carregar comentários