Project Campfire: Parece que a Google desistiu do projeto que colocaria o Windows em seus Chromebooks

Os Chromebooks da Google já são capazes de executar aplicativos Android e programas Linux, mas a empresa de Mountain View também estava trabalhando no Project Campfire.

Por | @bgssilva Tecnologia Pular para comentários

A iniciativa visava trazer o Windows para os Chromebooks, permitindo que os usuários fizessem uma dupla inicialização entre o sistema operacional da Microsoft e o Chrome OS.

Esse projeto foi iniciado no ano passado e prometia muito aos usuários. O Project Campfire. Infelizmente, o Google aparentemente está desistindo do projeto.

Agora, um novo commit de código detectado pelo ChromeUnboxed revelou que a chamada funcionalidade do Alt OS provavelmente está inativa.

O commit revela que vários recursos relacionados estão sendo reprovados, incluindo a tela que mostraria às opções do Alt OS (que supostamente permite escolher entre o Windows e o Chrome OS).

Project CampfireProject Campfire

 

Esta não é uma confirmação oficial de que o Windows está sendo desativado nos Chromebooks, mas certamente sugere que o Project Campfire não existe mais, ou foi abortado por hora.

A iniciativa do Project Campfire seria uma ótima ideia, mas não se sabe até que ponto existe aí a incidência de patentes e uso de drivers para que o suporte fosse oficial entre as empresas. 

A opção de dupla inicialização para os proprietários do Chromebook seria ótima visto que eles não precisariam comprar um segundo laptop exclusivamente para o Windows ou usar um método de inicialização dupla não oficial.

Isso também teria aberto a porta para a utilização de aplicativos do Windows, não disponíveis no Android e no Linux.

Mais sobre: Google, Chromebook, Project Campfire