O que é um histograma e como usá-lo para melhorar suas fotos?

O histograma é uma das ferramentas mais importantes e poderosas para o controlar a exposição da imagem. E com alguns momentos de leitura, você entenderá que algumas regras simples podem torná-lo um editor de imagens muito mais poderoso.

Por Tecnologia Pular para comentários

Veja como tirar o máximo proveito do histograma, o que permitirá que você obtenha a exposição correta em suas imagens. 

O que é um historiograma?

A definição de dicionário de um histograma é uma representação gráfica da distribuição de dados, geralmente exibida como um gráfico de barras. Na fotografia digital, isso se relaciona com os pixels que compõem sua imagem, e um histograma na sua câmera exibe onde cada pixel é distribuído, do preto puro ao branco puro, e em brilho, como mostra a imagem abaixo.

A anatomia do HistoriogramaA anatomia do Historiograma

Na prática, ele se parece com um gráfico, com uma série de picos e vales. Quanto maior o pico, mais pixels brilhantes. Esta é a distribuição tonal de sua imagem e, ao lê-la, você pode avaliar a exposição de sua imagem no LCD ou EVF da sua câmera.

O histograma geralmente pode ser encontrado em uma imagem quando você rola através de suas fotos (dependendo do modo de reprodução da sua câmera, ele pode ou não estar ativado por padrão).

Muitas câmeras também permitem uma visualização de histograma ao vivo, seja no LCD traseiro ou - no caso de câmeras sem espelho - em seus visores eletrônicos.

Câmera com historiogramaCâmera com historiograma

Isso é incrivelmente útil, porque você pode conferir seu histograma ao moldar sua imagem e ajustar sua exposição.

Como usar um historiograma?

Apesar de ser uma das melhores maneiras de julgar com rapidez e precisão a exposição, o histograma é frequentemente ignorado por fotógrafos amadores e novatos. 

Afinal, se você não sabe o que é, um histograma parece apenas um gráfico estranho, e muitas pessoas não têm ideia de como usá-lo a seu favor. Além disso, o histograma "ideal" é diferente para cada foto, e muda dependendo da aparência desejada. Então, quando você não está confortável com o histograma, pode haver muita hesitação em confiar nele.

Felizmente, no nível mais básico, um histograma não é difícil de entender: o eixo horizontal mostra a distribuição tonal (escuro para claro), enquanto o eixo vertical mostra o número de pixels em um tom específico - e lembre-se, quanto maior o pico, mais pixels nesse tom existem.

HistoriogramaHistoriograma

A extrema esquerda do eixo horizontal mostra as áreas mais escuras da imagem, depois se move para meio (tons médios) e mais claros na extrema direita. Em uma imagem com muita luz, por exemplo, você verá os dados do gráfico em direção ao meio e à direita do histograma.

Você perderá detalhes onde sua imagem é muito clara ou muito escura, e você notará se uma foto estiver superexposta ou subexposta no histograma como informação de pixel ausente à extrema esquerda ou extrema direita. É nesse momento que você deve ajustar suas configurações para compensar - tente uma velocidade de obturador diferente, escolha uma abertura maior ou menor, aumente ou diminua o ISO ou ajuste a compensação de exposição.

Dependendo da situação, às vezes uma distribuição desigual é aceitável. Se você estiver fotografando a neve, um objeto branco ou algo contra um fundo branco, o histograma exibirá mais pontos de dados à direita. 

O oposto é verdadeiro quando você está fotografando uma cena escura ou um objeto preto. A chave aqui é saber o que você quer que sua imagem pareça e expô-la adequadamente para obter esse resultado. Por si só, o histograma é apenas um dado, não o certo ou errado em qualquer situação; você precisa do contexto de sua imagem desejada para avaliar se os dados no histograma darão isso a você.

O histograma não é uma ferramenta infalível para fotografar fotos perfeitamente expostas, porque isso nem sempre é possível. Você não pode apertar um botão e criar uma imagem melhor - nem mesmo a configuração automática da câmera é inteligente o suficiente para fazer isso. Mas pense nisso como uma ferramenta útil que informa rapidamente quais são os níveis de exposição da sua foto, em vez de você ter que apenas adivinhar, olhando para a imagem no LCD. À medida que sua fotografia melhora e você aprende a ajustar as configurações para compensar, você também aprenderá a ler melhor o histograma.

Você também pode utilizar o histograma em aplicativos como o Adobe Photoshop ou o Lightroom para melhorar a qualidade da imagem durante o pós-processamento. Ele pode ajudá-lo a combinar com mais precisão a aparência e a exposição de uma série de imagens que você pode estar editando, ou até mesmo analisar suas imagens após uma sessão para ver como você pode melhorar sua fotografia.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Minha foto
    Quantos celulares a Motorola tem em linha?
    5(14,55%)
    10(59,01%)
    15(11,21%)
    20(7,43%)
    26(7,80%)