Oficina da Net Logo

Japão irá conduzir testes para desenvolvimento de elevador espacial

Os testes realizados pela Shizuoka University, caso mostrarem bons resultados, poderão representar um passo importante para o estabelecimento de um elevador funcional.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Um grupo de pesquisadores da Shizuoka University revelou que irá realizar em setembro o primeiro teste para a instalação de um elevador espacial, ou seja, um veículo análogo a um elevador predial que será capaz de conectar de modo permanente a Terra à Estação Espacial Internacional através de cabos.

Conforme uma publicação do site The Mainichi, a novidade irá posicionar no espaço próximo à EEI dois pequenos satélites cúbicos com 10 centímetros de aresta cada, em que serão interconectados por um cabo de aço. Através de um cabo irá correr um container, que deverá se mover entre os satélites usando um motor.

Japão irá conduzir testes para desenvolvimento de elevador espacial.Japão irá conduzir testes para desenvolvimento de elevador espacial.

A experiência, segundo o site, será a primeira do tipo conduzida no espaço, e deverá servir para a análise prática dos defeitos que ainda existem, como a necessidade de um cabo ultra resistente ou mesmo uma estrutura que possa evitar possíveis colisões com detritos no espaço.

Os testes realizados pela Shizuoka University, caso mostrarem bons resultados, poderão representar um passo importante para o estabelecimento de um elevador funcional. Os pesquisadores dizem que o elevador poderia tornar até 100 vezes mais barato o translado de cargas ou passageiros.

A Obayashi Corp. é a empresa que atua como assessora  técnica do experimento, sendo que ela possui um protótipo próprio para a estrutura. Trata-se do elevador-conceito da Obayashi, que é composto por dois carros ovais, cada um deles medindo 18 metros de comprimento e 7,2 metros de diâmetro, com capacidade para 30 pessoas.

 “Na teoria, um elevador espacial é altamente plausível”, afirmou o cientista responsável pelos testes, Yoji Ishikawa, em entrevista ao referido site. Para ele, trata-se de uma tecnologia necessária, já que “as viagens espaciais devem se tornar algo popular no futuro.”

Fonte: The Mainichi

COMPARTILHE
Comentários
Carregar comentários