Oficina da Net Logo

Robô da Harvard é capaz de nadar e andar sobre a água

Assim que o pequeno robô tiver que voltar para terra, ele precisa de ângulos baixos para quebrar a tensão superficial aos poucos e assim redistribuir a fricção com as patas até conseguir sair da água.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Engenheiros de Harvard, após apresentarem ao mundo o RoBoBee, um pequeno robô que é capaz de voar de dentro para fora da água, agora revelaram novidades para o HAMR (Harvard Ambulatory Microbot, em inglês), que é atualizado com a habilidade de andar da terra para a água, nadar e até mesmo andar sobre a água.

O robô usa minúsculas pás em suas patas para conseguir manter a tensão superficial da água e ainda consegue flutuar por cima da água. Através de uma pequena vibração ele consegue andar e seguir em direções programadas. Assim que for necessário submergir, o HAMR quebra a tensão superficial com a água com as suas patas reduzindo o ângulo de contato e assim andar pela água.

Robô da Harvard é capaz de nadar e andar sobre a água. O pequeno robô é do tamanho de uma moeda. No futuro, ele deve ser aprimorado.Robô da Harvard é capaz de nadar e andar sobre a água. O pequeno robô é do tamanho de uma moeda. No futuro, ele deve ser aprimorado.

Leia também:

Assim que o pequeno robô tiver que voltar para terra, ele precisa de ângulos baixos para quebrar a tensão superficial aos poucos e assim redistribuir a fricção com as patas até conseguir sair da água.

 

"Este robô ilustra bem alguns dos desafios e oportunidades com robôs de pequena escala", afirma Robert Wood, professor de Engenharia e Ciências Aplicadas da SEAS. "O encolhimento [do robô] traz oportunidades para maior mobilidade - como caminhar na superfície da água -, mas também desafia, uma vez que as forças que tomamos como garantidas em escalas maiores podem começar a dominar o tamanho de um inseto."

"O tamanho do HAMR é a chave para o seu desempenho", disse Neel Doshi, estudante de pós-graduação na SEAS e co-autor do artigo. "Se fosse muito maior, seria desafiador apoiar o robô com tensão superficial e, se fosse muito menor, o robô poderia não gerar força suficiente para quebrá-lo."

O HAMR pesa 1,65 gramas (tanto quanto um grande clipe de papel), sendo capaz de carregar 1,44 gramas de carga adicional sem afundar e pode remar suas pernas com uma frequência de até 10 Hz. O modelo é revestido em parileno para impedir que ele fique em curto com água.

De acordo com o projeto, as próximas medidas para melhorar o HAMR estão direcionadas em locomoção e ainda retorno à terra sem o auxílio de rampas, talvez somente com a ajuda de mecanismos de propulsão.

 

TAGS:
COMPARTILHE
Comentários
Carregar comentários