Elon Musk dá detalhes sobre nave Starship, projetada para levar o homem à Marte

Elon Musk lançou oficialmente a nave espacial SpaceX, uma nave espacial projetada para transportar uma tripulação e carga para a lua, Marte ou qualquer outro lugar do sistema solar e pousar de volta na Terra perpendicularmente.

Por SpaceX 3 comentários
Elon Musk dá detalhes sobre nave Starship, projetada para levar o homem à Marte

Elon Musk anunciou o novo design da Starship, a nave de última geração que tem como missão levar passageiros à Lua, Marte e outros destinos dentro do Sistema Solar, e trazer essas pessoas de volta para à Terra. Em um discurso transmitido ao vivo das instalações de lançamento da Spacex, Musk disse no último sábado (28) que a nave espacial do empreendimento espacial deve decolar em um ou dois meses, e atingir 19.800 metros antes retornar à Terra.

Ele disse que é essencial que a viabilidade das viagens espaciais seja capaz de reutilizar naves espaciais, acrescentando que é importante tomar medidas para estender a consciência além do nosso planeta.

Toques de última hora são feitos no protótipo da Nave Estelar, próximo ao pôr do sol, em 27 de setembro. Toques de última hora são feitos no protótipo da Starship, próximo ao pôr do sol, em 27 de setembro.

Uma exibição de Starship exibida na apresentação indicou que a nave terá 50 metros de comprimento, 9 metros de diâmetro, e deve ser capaz de levantar uma carga útil de 150 toneladas. A nave será lançada no espaço por um foguete enorme chamado Super Heavy, que também terá 9 metros de diâmetro, com um comprimento de 68 metros.

Se tudo der certo, essa nave pode ter cerca de 40 andares, e transportar 100 pessoas para Marte por vez. A característica mais impressionante da nave não é apenas o seu tamanho gigantesco, mas também ser o primeiro sistema de foguete orbital totalmente reutilizável do mundo.

Todos os outros foguetes, incluindo o ônibus espacial aposentado da NASA e o Falcon 9 da SpaceX, gastam milhões de dólares em material por lançamento. (As partes dos foguetes colidem com o oceano, queimam na atmosfera da Terra, ou são perdidas no espaço.) Se nada for destruído, segundo o plano de Musk, o custo de entrar em órbita pode cair de 100 a 1.000 vezes.

"O custo vai ser baixo o suficiente para que a maioria das pessoas nas economias avançadas possa vender sua casa na Terra e se mudar para Marte, se quiserem."

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários