Google Pixel 5 deve abandonar "Motion Sense"

Informações apontam que a linha Pixel 5 deve abandonar o recurso "Motion Sense" presente no Pixel 4. A decisão pode estar relacionada à utilidade da tecnologia, além do custo adicional de desenvolvimento.

Google Pixel 5 deve abandonar

O Pixel 4 e o Pixel 4 XL, apresentados em 2019, trouxeram um recurso chamado "Motion Sense", que usa sensores do Projeto Soli para identificar o movimento das mãos e realizar comandos sem precisar tocar na tela do aparelho, algo semelhante ao "Air Motion" da LG.

No entanto, de acordo com informações obtidas pelo jornalista Stephen Hall, o Google não deve implementar essa tecnologia em seus próximos flagships, que presumivelmente chegarão ao mercado como Pixel 5 e Pixel 5 XL. A decisão da empresa pode estar relacionada à utilidade do recurso, além do custo adicional de desenvolvimento, que no final das contas acaba deixando o smartphone mais caro.

Apesar do "Motion Sense" ter sido uma das maiores novidades do Pixel 4, essa tecnologia necessita de um espaço consideravelmente grande na parte frontal do aparelho para acomodar todos os sensores. Isso fez com que o design do topo de linha do Google fosse considerado ultrapassado com relação aos seus concorrentes, entregando bordas grossas que não agradaram o público. Então, buscando acompanhar a tendência atual, parece que a empresa deixará essa tecnologia de lado.

Outro motivo da linha Pixel 5 não trazer o "Motion Sense" pode estar relacionado a questões regulamentárias, dado que as frequências utilizadas pelos componentes não são permitidas em todos os países, como a Índia, por exemplo.

De qualquer forma, devemos deixar claro que nada disso foi confirmado pelo Google, então teremos que aguardar mais informações para sabermos se a empresa realmente pretende abandonar o recurso de controle por gestos em seus próximos flagships.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário