Oficina da Net Logo

Como proteger sua saúde da radiação emitida pelo seu smartphone?

Existem suposições que a radiação emitida pelos smartphones pode causar câncer. Veja como evitar que seu celular seja um vilão.

Por | @oficinadanet Smartphones Pular para comentários

Há alguns anos, a questão das radiações emitidas pelos telefones celulares estava na boca de todos. Os possíveis perigos, o risco de câncer, tumores ou até mesmo a morte , preocupavam toda a comunidade geek, e não tanto os nerds. Mas estudos posteriores mostraram que o risco não era tanto quanto se poderia pensar, e que deveríamos usar o smartphone sem nos preocuparmos muito com essa questão. Mas o risco existe, e também existem formas de minimizá-los. Saiba como se proteger da radiação emitida pelo seu smartphone.

Como proteger sua saúde da radiação emitida pelo seu smartphone?

Recentemente, o Departamento de Saúde da Califórnia (EUA) emitiu um alerta com algumas das medidas recomendas para preservar a nossa saúde e evitar a radiação emitida pelos smartphones. Confira abaixo quais são elas:

Use um fone de ouvido ou viva voz em ligações, especialmente para conversas mais longas.

A exposição à radiação diminui exponencialmente à medida que você aumenta a distância entre seu telefone e você. Isso reduz a exposição à radiação do celular em 55% - 98%. Leia em destaque: 10 Dicas para importar um smartphone da China com segurança.

1. Não faça ligações com sinal fraco

Em um local aonde o smarphone não tem um sinal bom, seu telefone está trabalhando várias vezes mais para alcançar os sinais da operadora e, assim, irradia muito mais radiação. Chamadas que acontece com um bom sinal podem reduzir sua exposição em 20% a 50%.

Ligações com sinal baixo aumentam a radiação emitida pelo celularLigações com sinal baixo aumentam a radiação emitida pelo celular

2. Use o modo avião para jogos (para o seu filho)

As crianças são mais suscetíveis à radiação móvel. O modo avião durante os jogos elimina a exposição excessiva à radiação para os seus filhos. Dependendo do número de horas jogadas, essa medida pode reduzir a exposição à radiação de 15% a 60%, ou mais.

Coloque o smartphone em modo avião quando seu filho for jogarColoque o smartphone em modo avião quando seu filho for jogar

3. Durma sem o seu telefone

As defesas do seu corpo são as mais fracas quando você está dormindo. Processos de reparo biológico ocorrem durante o estado de sono. A radiação do telefone celular podem interromper o reparo biológico e causar sono agitado. Isso reduz a exposição à radiação em 25% e 40%, ou até mais.

Não durma com seu smartphoneNão durma com seu smartphone

4. Sutiã e bolso da calça são os piores lugares para o seu telefone

Os smartphones não foram feitos para serem transportados nas cavidades das calças por causa do efeito da radiação na fertilidade masculina. De acordo com pesquisas recentes, 25% a 30% dos homens na idade produtiva reduziram a contagem de sêmen. 

Homens que pretendem ter filhos não devem usar o celular no bolso da calçaHomens que pretendem ter filhos não devem usar o celular no bolso da calça

O mesmo ocorre com mulheres que usam o smartphone no sutiã, pois há sugestões de que isso possa aumentar o risco de câncer de mama.

5. Evite o uso de celular no ônibus ou metro

Não só as chamadas de celular causam acidentes durante a condução - a estrutura metálica do veículo concentra a radiação no telefone celular, intensificando o efeito dela em seu corpo. Os veículos (carros, metro) continuam entrando e saindo de redes. Portanto, um telefone celular usado nesse cenário é alto em radiação. 

Evite usar o celular em transporteEvite usar o celular em transporte

6. Use um telefone fixo sempre que possível (Bem-vindo de volta aos anos 90)

Telefones fixos têm radiação mínima. Portanto, use mais ele. Mesmo que alguém ligue para seu celular, tente ligar novamente pelo telefone fixo. Isso reduz significativamente as exposições à radiação, dependendo de quanto tempo você fala no telefone enquanto está no trabalho.
Para chamadas longas, use o telefone fixoPara chamadas longas, use o telefone fixo

7. Quando próximo ao rosto, use o telefone voltado para dentro

A parte traseira do telefone geralmente abriga a antena. Ao manter a parte traseira posicionada longe do corpo, podemos criar um diferencial de distância que reduz parcialmente a radiação absorvida pelo corpo. O mesmo vale para carregar o smartphone no bolso, quando necessário.

Sempre deixe a frente do celular virada para vocêSempre deixe a frente do celular virada para você

8. Na Gravidez, minimize o uso do smartphone

O bebê dentro da mãe é mais vulnerável a qualquer radiação. Existem vários efeitos relacionados à radiação no bebê, incluindo o autismo. Um grau mais baixo e limitado de exposição à radiação ajuda o bebê a crescer melhor.

A radiação é ainda mais prejudicial para o fetoA radiação é ainda mais prejudicial para o feto

9. Desligue o WiFi quando não for necessário

Conectar na rede WiFi é como replicar um cenário de torre de celular em casa. Desligando o WiFi pode reduzir a exposição à radiação em 10-40%.

Se possível, desligue o WiFiSe possível, desligue o WiFi

10. Desligue o Bluetooth quando não for necessário

O mesmo vale para o Bluetooth ou hotspot. Se não forem necessários no telefone - desligue-os, pois todas estas funções de rádio, transmitem radiação e criam exposições desnecessárias.

Se possível, desligue o BluetoothSe possível, desligue o Bluetooth

Obviamente, é um assunto que devemos levar em conta, mas a obsessão pode não ser a melhor opção. Os resultados tendem a ser bastante contraditórios, uma vez que vários sites afirmam que não existe esse risco, que só falamos sobre probabilidades sem chegar a resultados conclusivos. Seja como for, se você é um daqueles que se preocupam com esse problema, não vai doer seguir estas dicas.

MAIS SOBRE: #smartphones  #radiação  #saúde
Comentários
Carregar comentários
  • PARTICIPE DA NEWSLETTER

    As novidades de tech no seu
    e-mail, inscreva-se grátis ;)