Oficina da Net Logo

Fintech nacional tem dados pessoais vazados de 264 mil clientes brasileiros

Algumas funcionalidades da plataforma foram desabilitadas temporariamente, por precaução.

Por | @fsbeling Segurança digital

Dados pessoais de 264 mil brasileiros foram vazados no últimos dias da fintech brasileira Atlas Quantum. Os cibercriminosos conseguiram obter nome, e-mail, número de telefone e o saldo de Bitcoins.

Em comunicado oficial, a Atlas Quantum afirma que os cibercriminosos não conseguiram roubar criptomoedas, assim como não conseguiram obter as senhas dos usuários. “Gostaríamos de salientar que não se trata de um roubo dos bitcoins em custódia ou violação das nossas contas nas exchanges. Porém, foram expostas informações da nossa base de clientes”.

A empresa comunicou que descobriu o ocorrido no último sábado (25) à noite e está investigando o fato. Além disso, a companhia disse que irá colaborar com as autoridades na investigação. Rodrigo Marques, CEO da Atlas Quantum disse “Estamos monitorando as contas afetadas e trabalhando para ter proteção adicional contra fraudes. Algumas funcionalidades da plataforma foram desabilitadas temporariamente, por precaução, pois precisamos garantir a segurança. Comunicaremos quando forem reativadas”.

Veja abaixo o comunicado da companhia destinado aos seus clientes postado na rede social Facebook.

Leia também:

Vale ressaltar que a empresa que teve dados de seus clientes vazados utiliza um algoritmo chamado Quantum para estudar as ofertas de compra e venda de Bitcoin em tempo real. Sendo assim, ao identificar uma modificação nos valores, o cliente recebe um alerta para comprar a moeda virtual onde a oferta é melhor ou então, a ferramenta aconselha o cliente a vendê-la onde está mais cara. 

O Bitcoin teve a sua maior queda neste ano, há duas semanas atrás, quando baixou para US$ 6 mil. 

COMPARTILHE
Siga no instagram
Comentários
Carregar comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net