Samsung alerta sobre declínio nas vendas motivados por celulares e memórias

Os fatores que podem ter definido o fraco desempenho da Samsung podem estar associados a uma “demanda fraca no setor de memória” e “intensificação da concorrência no setor de smartphones”.

Por Samsung Pular para comentários

No último trimestre, a Samsung registrou os seus maiores lucros. No entanto, as coisas não estão andando tão bem quanto antes. A companhia divulgou um comunicado alertando sobre as receitas e lucros para os três meses que terminaram em 31 de dezembro de 2018 que serão bastante inferiores do ano passado.

A Samsung aguarda vendas de cerca de 59 trilhões de wons (US$ 52,5 bilhões), uma queda de 11% em relação aos 12 meses anteriores, já o lucro operacional deve cair 29%, chegando a 10,8 trilhões de wons.

A previsão atual acabou deixando os investidores e analistas preocupados, pois estavam esperando 13,2 trilhões de wons de lucro operacional e 62,8 trilhões em receita. A Samsung emitiu um comunicado explicando que a empresa espera todos os resultados antes de comentar o desempenho em detalhes.

Os fatores que podem ter definido o fraco desempenho da Samsung podem estar associados a uma "demanda fraca no setor de memória" e "intensificação da concorrência no setor de smartphones".

Após Apple, Samsung alerta sobre declínio nas vendas.Após Apple, Samsung alerta sobre declínio nas vendas.

Em relação a remessa de memórias, elas diminuíram devido a ajustes que não estavam previstos no estoque de clientes do data center da Samsung. Para completar, os resultados também acabaram sendo afetados em razão de uma "despesa não recorrente", que não foi especificada.

A Samsung, no trimestre atual, espera que os lucros permaneçam "moderados" por causa da baixa demanda de memória, mas a expectativa é que possa ter um aumento no segundo semestre do ano. Para melhorar a divisão móvel, a Samsung está apostando em dispositivos 5G e dobráveis, a empresa também cita que os seus painéis OLED continuarão tendo aumento de mercado.

Vale mencionar que, recentemente, a Apple também emitiu um alerta de baixa nas vendas de seus iPhones, o que geriu um declínio nos lucros.

Fonte: The Verge 

Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
O que é mais importante em um smartphone?
Bateria(28,34%)
Câmera(12,12%)
Performance(54,19%)
Aparência(2,50%)
Tela(2,85%)