China é responsável por ataques hackers contra EUA

De acordo com uma empresa de segurança americana, a China é responsável por vários ataques virtuais contra os Estados Unidos.

Por | @oficinadanet Segurança digital

De acordo com uma empresa de segurança americana, a China é responsável por vários ataques virtuais contra os Estados Unidos. A companhia ainda disse ainda que uma misteriosa unidade militar chinesa é a suspeita pelos atentados hackers. A China, por sua vez, negou o fato e ainda disse que o governo chinês é alvo dos EUA.

A unidade 61398 do exército, localizada em Xangai, é a provável origem dos ataques contra setores econômicos, disse a empresa de segurança Mandiant.

"A natureza do trabalho da ‘Unidade 61398' é considerada pela China como um segredo de Estado. No entanto, acreditamos que ela se envolve em prejudiciais ‘operações em redes informatizadas'", disse a Mandiant em um relatório divulgado na segunda-feira nos EUA.

"É hora de admitir que a ameaça está se originando na China, e queríamos fazer nossa parte para armar e preparar profissionais de segurança para combater essa ameaça efetivamente."

Conforme a chancelaria da China, o governo é totalmente contrário a qualquer ataque hacker, com isso, pôs dúvidas no relatório da empresa.  "Ataques informáticos são transnacionais e anônimos. Determinar suas origens é extremamente difícil. Não sabemos como os indícios nesse dito relatório podem ser sustentáveis", disse o porta-voz Hong Lei.

"Críticas arbitrárias baseadas em dados rudimentares são irresponsáveis, antiprofissionais e não são úteis para resolver a questão", completa a autoridade chinesa.

Hong ainda citou um estudo chinês na qual mostra os EUA como os responsáveis por ataques desse tipo.  "Dos supracitados ataques na internet, os ataques originários nos Estados Unidos estão em primeiro lugar."

No relatório da Mandiant, cita que a Unidade 61398 fica no bairro Pudong, conhecido polo bancário e financeiro da China. No local devem trabalhar milhares de pessoas fluentes em inglês, além também de programadores e operadores de redes digitais.

Mais sobre: China ataque hacker EUA
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo