Botão Curtir do Facebook gera processo

O Facebook está sendo processado pelo grupo holandês Rembrandt Social Media LP em decorrência do famoso botão “Curtir”

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

O Facebook está sendo processado pelo grupo holandês Rembrandt Social Media LP em decorrência do famoso botão “Curtir”. De acordo com a empresa, o botão foi criado no ano de 1988, bem antes do Facebook existir, pelo holandês Van Der Meer.

Van Der Meer já faleceu, assim, o grupo Rembrandt, que é dono do Surfbook e também de suas patentes, decidiu apenas agora processar a maior rede social por infração de propriedade intelectual.

“Nós acreditamos que as patentes do grupo Rembrandt representam uma base importante para as mídias sociais como as conhecemos hoje. Esperamos que o juiz e júri possa chegar à mesma conclusão baseado em nossas provas”, disse a empresa em comunicado.

Para o Facebook, o verdadeiro criado do botão “Curtir” foi o engenheiro Aoron Sitting, que não está mais na empresa desde janeiro deste ano.

O Facebook ainda não se manifestou sobre o assunto.

Mais sobre: Facebook, curtir, processo
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.