Estudo afirma que dinossauros foram extintos antes do imaginado

De acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos, os dinossauros foram extintos cerca de 33 mil anos após um asteroide ter atingido a Terra

Por | @oficinadanet Ciência

De acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos, os dinossauros foram extintos cerca de 33 mil anos após um asteroide ter atingido a Terra. Assim sendo, a tese derruba a teoria de que os animais teriam sumido quase dez vezes mais cedo que a atual constatação.

Conforme a publicação na revista científica “Science”, o asteroide pode não ter sido a única causa da extinção dos dinossauros. De acordo com o geólogo Paul Renne, que liderou a pesquisa na Universidade da Califórnia, em Berkeley, naquela época os ecossistemas já estavam em uma fase de deterioração, tudo isso em decorrência de uma grande erupção vulcânica que ocorreu na Índia.

O pesquisador diz que o clima do nosso planeta deveria estar em um “ponto de inflexão”, ou seja, um desvio, quando o imenso asteroide se chocou com a Terra e assim, acabou provocando temperaturas muito baixas que acabaram com a vida dos dinossauros.

O asteroide que teria contribuído para a extinção dos dinossauros teria caído no local onde  está situada a Península de Yucatán, no México.

Estudos anteriores ditavam que teria levado aproximadamente 300 mil anos entre a chegada do asteroide e a extinção dos gigantes animais. Porém, o novo estudo, que é totalmente baseado em técnicas de radiométrica de alta precisão, indica que o fato tenha acontecido em um tempo bem menor.

Teorias sobre a extinção dos dinossauros sempre existiram, alguns cientistas acreditam, inclusive, que os répteis tenham desaparecido antes mesmo da queda do asteroide.

Confiantes na sua teoria, Renne e seus colegas reexaminaram tanto a data da extinção dos dinossauros quanto a formação da cratera e assim, descobriram que os eventos aconteceram em uma janela de tempo muito menor do que era espero, ou ao menos, do que se acreditava.

"Os dados anteriores diziam que eles (a extinção dos animais e a cratera) eram diferentes em idade, que diferiam em cerca de 180 mil anos e que a extinção aconteceu antes do impacto, o que impediria totalmente que existisse uma relação causal", afirmou Renne, que estuda as ligações entre extinções em massa e vulcanismo.

Mais sobre: dinossauros extinção asteroide
Share Tweet
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter