Estudiosos revelam que crise da meia-idade é herança dos primatas

De acordo com o artigo publicado pela revista Proceedings of The National Academy of Sciences; a velha e conhecida crise da meia-idade que afeta muitos adultos, é mais uma herança biológica vinda dos primatas do que propriamente vinda do homem

Por | @oficinadanet Ciência

De acordo com o artigo publicado pela revista Proceedings of The National Academy of Sciences; a velha e conhecida crise da meia-idade que afeta muitos adultos, é mais uma herança biológica vinda dos primatas do que propriamente vinda do homem.

Conforme os pesquisadores que assinaram o estudo, concluíram que o estado emocional característico na “crise dos cinquenta”, é uma herança dos antepassados na linha de evolução, ou seja, vinda dos orangotangos ou chimpanzés. O estudo ainda revela que a preocupação de economistas e cientistas em seus estados de felicidades ou sentimentos é explicada por um padrão em forma de U, isso tudo por ter sido muito intenso no período da juventude e com o passar do tempo decaindo na meia idade e mais tarde voltando a subir no período da velhice.

Vale salientar que esse tipo de acontecimento não tem apenas explicações sociais e humanas, pois esse padrão de comportamento foi identificado pela observação objetiva de mais de 500 grandes macacos que vivem em diversas partes de nosso planeta; logo sendo que essa ideia é mais ou menos depressiva na vida dos humanos, sendo que não se deve condicionar isso tudo somente a condições de bem-estar social ou econômico.

Para os estudiosos, trata-se de uma herança dividida com os primatas que nos antecederam na linha da evolução da espécie.

Mais sobre: herança. estudo primatas humanos
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo