Amazon abre vagas de emprego no Brasil

A Amazon abriu 14 vagas de emprego para atuar em São Paulo. Como todos já sabem, a maior loja virtual do mundo está prestes a abrir uma filial aqui no Brasil, tanto para agilizar a entrega, quanto para aumentar o número de vendas.

Por | @nmuller99 Carreira em TI

Como todos já sabem, a maior loja virtual do mundo está prestes a abrir uma filial aqui no Brasil, tanto para agilizar a entrega, quanto para aumentar o número de vendas. Muitos brasileiros já fazem suas compras no site americano, a filial do Brasil vai melhorar muito as vendas aqui para o país. A velocidade de entrega, garantia e qualidade de atendimento fazem o prestígio da Amazon.

As vagas abertas (14) são para trabalhar em São Paulo, os cargos requisitados pela empresa são variados, como técnico de vendas, 2 vagas para engenheiro de operações em data center, engenheiro mecânico e engenheiro elétrico para datacenter, analista de taxas senior, gerente de relações públicas, gerente de compras de conteúdo digital, gerente de transportes, gerente de produção de conteúdo digital, gerente de desenvolvimento e arquiteto de sistemas para trabalhar com os webservices da amazon, gerente de operações, gerente geral para trabalhar com produtos para o Kindle.

A empresa anunciou que deverá estabelecer seu escritório no Brasil a partir de 2013. Já foram divulgados boatos de que a empresa estaria interessada em comprar a Saraiva e o Submarino para ajudar a empresa a se firmar em solo brasileiro.

O mercado brasileiro está atratente para empresas de leitores digitais. A Kobo anunciou em setembro parceria com a Livraria Cultura para oferecer seus modelos juntamente com o acervo de milhares de títulos. A princípio, a maioria livros da parceria virá em línguas estrangeiras, já que apenas 15 mil livros do acervo estão em português.

O responsável pela unidade brasileira será Alexandre Szapiro, executivo que deixou a Apple Brasil em agosto passado. Já o cadastro da Amazon na Junta Comercial confirma que a corporação atuará no ramo de "vendas e varejo geral, no país e/ou estrangeiro, de quaisquer produtos, incluindo, entre outros, produtos eletrônicos portáteis físicos ou digitais que processem dados e tablets, inclusive aqueles que permitam a leitura de livros digitais”.

Mais sobre: amazon, brasil, Alexandre_Szapiro
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários