Wanna Cry 2.0: Estão circulando novas versões do malware

O ransomware vem ganhando novas versões e novos ataques devem acontecer em breve

Por | @fsbeling Segurança digital

O exploit que originou o ciberataque massivo foi roubado da NSA, agência de segurança dos Estados Unidos, afirma Microsoft.

O Ransomware Wanna Crypy0r foi o malware desvastador que atingiu 99 países com inúmeros ataques, que de acordo com a Microsoft em sua publicação sobre “Lições do Ciberataque”, afirmou envolvimento da NSA com a brecha do Windows XP. Já a Kaspersky e Symantec afirmam ter encontrado algum resquício de códigos vindos da Coréia do Norte, para a briga começar a ficar pesada. 

As brechas estavam sendo utilizadas para vigilância e espionagem, mas os exploits da Agência de Segurança Nacional norte-americana foram vazados, assim como outras informações pelo WikiLeaks.

Brad Smith, da Microsoft diz "Seguidamente, os exploits nas mãos de governos têm vazado em domínios públicos e causado um vasto dano. Em um cenário equivalente, é como se os mísseis Tomahawk do exército dos EUA tivessem sido roubados. Os governos precisam tratar a ameaça desse ataque como um despertador. Eles precisam adotar uma abordagem diferente e colocar as mesmas leis aplicadas à armas do mundo real no ciberespaço".

Logo após os ataques a Microsoft disponibilizou um patch para corrigir a brecha explorada pelo ransomware WannaCry, mas para a Avast, os computadores ainda estão vulneráveis, em torno de 15% dos usuários do antivírus não realizaram a atualização MS17-010 da Microsoft.

Uma nova versão do ransomware foi encontrada pela empresa de segurança Check Point na segunda-feira (15), cujo vírus seria capaz de infectar 3,6 mil computadores por hora, mas ainda bem que a empresa conseguiu neutralizar o respectivo vírus evitando seus ataques.

“Posso garantir que existem versões sem os domínios Kill Switch” afirma o diretor de pesquisa global da Kaspersky Labs, Costin Raiu. Isso impede que cessem os ataques, pois o ransomware está ganhando novas versões que levam certo tempo para descobrir como pará-lo.

Com ataques cibernéticos acontecendo vale seguir as orientações de especialistas realizando um backup seguro e baixar todas as atualizações da Microsoft, diminuindo a probabilidade de seu computador ficar vulnerável aos ataques, tome cuidado para não clicar em nenhum e-mail suspeito ou qualquer mensagem que apareça na sua tela. Cuidado.

  • Quer receber novidades sobre Ataque Ransomware?

    Preencha o formulário abaixo para se cadastrar:

  • Preencha para confirmar

Recomendado
Siga nas redes
Mais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar