Nova política de links no Facebook quer diminuir com conteúdos de baixa qualidade

Feed de notícias do Facebook deverá contar com menos conteúdos de baixa qualidade.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

Para que o Facebook seja um ambiente informativo, está sendo desenvolvido um trabalho para entender quais publicações são consideradas enganosas, sensacionalistas ou mesmo spam, e assim, evitar que tais conteúdos sejam exibidos. A intenção é dar prioridade para postagens mais informativas.

Através dos membros da comunidade do Facebook foi possível descobrir que as pessoas ficam desapontadas ao clicar em um link que os leva para um conteúdo pouco relevante ou mesmo com anúncios mal-intencionados. Os usuários esperam que a experiência de clicar em uma publicação seja simples e também direta.

Sendo assim, a partir de então, a rede social está atualizando a plataforma de modo em que as pessoas possam acompanhar o Feed de Notícias com menos publicações e anúncios, principalmente aqueles que levam para conteúdos de baixa qualidade.

Nova política de links deverá diminuir qualquer incentivo financeiro que spammers possam ter.Nova política de links deverá diminuir qualquer incentivo financeiro que spammers possam ter.

Desde o ano passado há uma política em vigor que evita que anunciantes de conteúdos de baixa qualidade façam publicidades na plataforma. Agora, então, a rede social está aumentando os esforços para que tudo ocorra conforme o planejado e também levando em consideração as publicações orgânicas através do Feed de Notícias.

Através da atualização mais recente, milhares de sites vinculados ao Facebook foram revisados para que fosse possível identificar os que contam com pouco conteúdo e ainda uma grande quantidade de anúncios mal-intencionados.

A inteligência artificial também é uma forte aliada para compreender se novas páginas compartilhadas da rede apresentam características semelhantes. Assim, caso seja determinado que uma postagem é proveniente de um site de baixa qualidade, ele deverá aparecer menos no Feed de notícias dos usuários. Deste modo, os usuários poderão ver menos mensagens consideradas enganosas e mais postagens significativas.

Tais mudanças serão implantadas de forma gradual nos próximos meses. As pessoas e anunciantes que não têm o histórico de oferecer links com conteúdos de baixa qualidade poderão perceber um aumento no tráfego, já o oposto poderá ser deparar com um declínio no número de acessos.

A atualização é uma das várias maneiras para classificação do Feed de Notícias. Daqui por diante, o impacto deverá acontecer entre os editores, que terão que optar por continuar a publicar conteúdos relevantes ou não.

Mais sobre: Facebook, inteligência artificial, políticas
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários