Apple tem queda de 50% dos consumidores no Brasil em 2016, diz consultoria

No Brasil, 2016 ficou marcado pela crise econômica. Por conta disso, consumidores investiram em celulares mais baratos, deixando os de mais valor, como o iPhone, fora da lista de compras.

Por | @RafaelaPozzebon Smartphones

A Apple, conhecida pelos seus belos e eficientes iPhones, ao que tudo indica, não têm enfrentado uma boa fase no que diz respeito a venda de seus conceituados smartphones no Brasil. De acordo coma consultoria Counterpoint, a Apple perdeu mais de 50% dos seus consumidores brasileiros no ano passado.

Com isso, a parcela de mercado da empresa passou de 8,3% em 2015 para 3,8% em 2016. O motivo para tal queda, conforme a consultoria, foi a crise econômica que atingiu o Brasil no ano passado. Deste modo, smartphones de alto valor acabaram sendo substituídos por modelos mais em conta.

Leia também:

Prova disso é que fabricantes que comercializam celulares de menor custo tiveram sua participação de mercado no país aumentar. A IDC afirma que o custo médio com smartphones no Brasil foi de 962,96 no terceiro trimestre de 2016. O iPhone 7, aparelho mais recente da Apple, custava a partir de R$ 3.499.

Empresas que ofereciam smartphones com valor menor conseguiram se elevar no mercado. A Samsung, por exemplo, passou de 40% para 46,7% de 2015 para 2016. A Motorola, por sua vez, se manteve no mesmo patamar, com 13%, a LG teve queda, ficando na terceira posição.

A Alcatel acabou ultrapassando a Apple no Brasil que, em 2016, garantiu parcela de mercado de 5,5%. Em 2015, o índice era de apenas 3,6%.

Confira abaixo o ranking de vendas de smartphones no Brasil em 2016:

  1. lugar: Samsung (46,7%)
  2. lugar: Motorola (12,9%)
  3. lugar: LG (12,4%)
  4. lugar: Alcatel (5,5%)
  5. lugar: Apple (3,8%)
  6. lugar: Outras (18,7%)
Recomendado
Siga nas redes
Mais compartilhados
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar