Oficina da Net Logo

Funcionários da Apple estariam roubando fotos de clientes para avaliar aparência

O caso foi descoberto após um funcionário ver outro mexendo no celular de um cliente na sala de reparo.

Por | @oficinadanet Smartphones Pular para comentários

A Apple está analisando uma denúncia de que funcionários de uma de suas lojas de Queensland, na Austrália, teriam criado um grupo virtual para avaliar a aparência física de clientes e também colegas de trabalho.

Funcionários da Apple estariam roubando <a onclick=fotos de clientes para serem enviadas a grupo de análise. Após caso ser descoberto, Apple já demitiu quatro funcionários." />
Funcionários da Apple estariam roubando fotos de clientes para serem enviadas a grupo de análise. Após caso ser descoberto, Apple já demitiu quatro funcionários.

De acordo com o Courier-Mail, os envolvidos no caso, tiravam fotos de tais pessoas ou mesmo se aproveitavam de posições de suporte para roubar imagens dos aparelhos dos clientes. Com isso, o material acabava sendo enviado para um grupo em que os funcionários davam notas de até 10 na aparência geral de cada mulher. Leia em destaque: Mitos e dicas sobre baterias de smartphones.

Notas eram dadas para cada foto.
Notas eram dadas para cada foto.

O caso foi descoberto após um funcionário ver outro mexendo no celular de um cliente na sala de reparo. Conforme o Courier-Mail, quatro funcionários foram demitidos.

A Apple, ao ser questionada pelo Mashable, responde de modo confuso sobre o fato. A Maçã disse não ter encontrado evidências de que “fotos foram transferidas inapropriadamente ou que alguém tenha sido fotografado”. Porém, a companhia reconhece que “vários empregados já foram demitidos” em decorrência das investigações internas sobre o episódio.

Assim sendo, ainda não há confirmação oficial da Apple sobre o assunto, porém, se houve demissões, alguma acusação deverá ter. 

Comentários
Carregar comentários