Será? Homem afirma ser o criador do iPhone

Ross afirma que em 1992 solicitou patente de um “dispositivo eletrônico de leitura”.

Por | @oficinadanet Smartphones

Uma nova polêmica está envolvendo a Apple, mais especificadamente o iPhone. Um homem afirma ser o criador do aparelho e que Steve Jobs roubou a sua ideia. Em razão disso, Thomas S Ross está processando a companhia e solicitando indenização de US$ 10 bilhões (cerca de 33 bilhões de reais), além de royalties de 1,5% referentes às vendas futuras da Apple.

Será? Homem afirma ser o criador do iPhone

Leia também:

Ross afirma que em 1992 solicitou patente de um “dispositivo eletrônico de leitura”, ou seja, um aparelho com tela plana que coubesse na mão e pudesse servir para o consumo de mídia.

Será? Homem afirma ser o criador do iPhone
Patente apresentada por Ross.

No processo, Ross afirma ter sido o primeiro a registrar a ideia de combinar com mídia e ainda ferramentas de comunicação, e que suas criações foram usadas em produtos como iPhones, iPod, iPads, entre outros.

Será? Homem afirma ser o criador do iPhone

O pedido acabou sendo dado como abandonado em 1995, segundo o The Thelegraph, já que o autor do pedido nunca pagou as taxas necessárias. Apesar disso, ele ainda acusa a Apple de ter se apropriado de sua patente. Ele, inclusive, lembra uma fala de Jobs que diz não ter vergonha de roubar grandes ideias.

Será? Homem afirma ser o criador do iPhone
Patente não foi aceita por Ross não ter pago as taxas necessárias na época.

Para comprovar, Ross acrescentou os desenhos originais no processo. Ele quer que o julgamento seja feito com júri na Flórida.

Bom, vamos esperar as cenas dos próximos capítulos e ver se realmente o homem tem razão, ou se tudo não passa de modo de arrecadar dinheiro.

Mais sobre: iphone apple patente
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo